o som do silêncio

recanto de reflexões

Leonardo Onofre

Todo começo tem um fim.
Todo fim é um começo

Social?

Será que realmente nos sentimos parte da sociedade? A enorme insatisfação que presenciamos diariamente indica que não.


poder.jpg

Vivemos a plenitude da sociedade do espetáculo. Relegamos nossas funções e obrigações aos detentores do poder – e pagamos um alto preço. Para tanto, trabalhamos arduamente: cinco, seis, sete dias da semana. Trinta, quarenta, sessenta horas e quem sabe mais. E em troca exigimos que nossas vontades individuais sejam prioridade. Não importando se são milhões de cidadãos, cada um com sua vontade.

2948902103_659c4a29a4.jpg

Mas e o direito coletivo? A partir do momento que foi-nos imposto viver em sociedade, fomos apresentados a uma vida repleta de ligações. E, portanto, era de se esperar que os direcionamentos dos direitos fossem para atender a todos que fazem parte da sociedade. Desde que o Homem assentou raízes e domesticou os animais não era mais possível a vida em isolamento.

mundo_lotado2_02.jpg

Chris McCandless faz parte de um pequeno grupo de pessoas que se aventurou a experimentar uma vida isolada. Sua experiência foi relatada em um diário e após sua morte o jornalista John Krakauer escreveu um artigo para a revista Outside. Posteriormente o mesmo autor publicou um livro baseado no diário e também com depoimentos das pessoas que conviveram antes e depois do início do seu desprendimento social. Mas ele, tais quais os outros, foram casos esporádicos.

tumblr_mvly8vOG3E1s81ntqo2_r1_1280.jpg

A quebra do contrato social nos deixaria cegos num primeiro momento. A sociedade estaria órfã sem todos os elementos que a justificam. Estaríamos negando nossa própria existência na convivência em sociedade.

Aceitaríamos então uma nova condição, ao invés de sermos meros expectadores.


Leonardo Onofre

Todo começo tem um fim. Todo fim é um começo.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/sociedade// @destaque, @obvious //Leonardo Onofre