oficina da imaginação

É difícil imaginar qualquer coisa simples

Luciano Oliveira

Mais ou menos designer e blogueiro, recém formado em #Marketing e entusiasta da comunicação digital. Curioso por natureza e investigador das tendências e tecnologias disruptivas. Acredito que para ser feliz é preciso hackear a vida e não se acomodar.

Habite em cada momento

Não viva a vida no piloto automático, nossas mentes, geralmente estão em outro lugar, estamos ocupados com outros pensamentos e flutuamos no mundo real, como fantasmas.


Habite em cada momento.jpg

"Estamos tão ocupados cuidando de o que é um pouco à frente de nós que não têm tempo para desfrutar de onde estamos." ~ Bill Watterson

Todos nós passamos por nossas vidas quase no piloto automático, nossas mentes, geralmente estão em outro lugar, estamos ocupados com outros pensamentos e flutuamos no mundo real, como fantasmas.

Nós nos sentamos a frente de um computador, tomamos um café, comemos um lanche, usamos o banheiro, lavamos as mãos, vamos para casa... e não nos atentamos em nada sobre qualquer uma dessas atividades.

Isso é chamado de "estar ocupado", e fazemos isso o tempo todo.

Em vez disso, eu sugiro de nós praticarmos o momento atual. Habitá-lo, por realmente estar nele, experimentando totalmente todos os nossos sentidos em ações comuns do cotidiano. Tudo o que você está fazendo neste exato momento não é uma coisa insignificante para ser feita de forma para chegar ao próximo ato. O que você está lendo, onde você está sentado, o xixi que você vai fazer em breve... estes não são coisas menores, que podem passar desapercebidos.

Eles são tudo.

Como você lava um prato, em vez de ter sua mente em outro lugar, em vez de correr por ele, dê a essa tarefa um pouco de espaço. Esteja lá, com essa tarefa. Sinta-se como o seu corpo se sente em pé na frente da pia. Veja a água, o prato, o resíduo do alimento que você está lavando. Veja a luz na cozinha, ouça os sons da geladeira e os carros passando lá fora, observe as gotas derramadas de café em cima da mesa.

Como você faz xixi, não basta pensar nisso como algo que você fez milhares de vezes, a ser uma ação adquirida. Sinta a sensação como se fosse a primeira vez. Seja como uma criança que ao usar o banheiro para fazer xixi fica atento às bolhas de ar. Para ele naquele momento é uma coisa maravilhosa, uma coisa para ser vista com o mesmo peso que vemos toda a nossa vida, o sexo ou morte.

Imagine que você tem um mês de vida - que cada momento vai valer a pena para você, então? Cada gole de café, cada viagem de manhã do seu quarto para a cozinha, cada passo descalço sentindo o chão gelado, cada conversa com as pessoas que você conhece.

Estes momentos são limitados, e por isso valiosos. Eles são preciosos e contém maravilhas.

Pratique isso. Cada ação que você tomar hoje, não importa o quão pouco ela seja... dê-lhe peso e importância. Coloque um pouco de espaço ao redor. Iniciá-lo intencionalmente, com a intenção de ser consciente, para habitar essa ação totalmente, para perceber com todos os sentidos todo o momento. Quando a ação é feita, não basta correr para o próximo, mas tomar meio segundo para apreciar o que você acabou de experimentar. Em seguida, passar para o outro com o mesmo peso e espaço e importância.

'... Parar um momento, olhe ao seu redor.'~ Leo Tolstoy


Luciano Oliveira

Mais ou menos designer e blogueiro, recém formado em #Marketing e entusiasta da comunicação digital. Curioso por natureza e investigador das tendências e tecnologias disruptivas. Acredito que para ser feliz é preciso hackear a vida e não se acomodar..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Luciano Oliveira