oficina da imaginação

É difícil imaginar qualquer coisa simples

Luciano Oliveira

Mais ou menos designer e blogueiro, recém formado em #Marketing e entusiasta da comunicação digital. Curioso por natureza e investigador das tendências e tecnologias disruptivas. Acredito que para ser feliz é preciso hackear a vida e não se acomodar.

Viva a nossa ignorância!

Seja em uma coluna de entretenimento, assuntos políticos ou culturais, os haters estão lá, prontos para dispensar o ódio. E antes que estes antipatrióticos venham prontos com a frase feita “isso é Brasil”, esse não é nem de longe um costume exclusivo de nós brasileiros.


tumblr_inline_mg41elCTvx1qa21uo.jpg

Um espaço midiático e mais democrático que existe, este espaço chama-se internet. É na web que podemos publicar nossa ideias e ideologias, seja através de um texto, áudio ou vídeo. Podemos compartilhar e debater qualquer assunto nas redes sociais, ou ainda mostrar nosso trabalho, se aproximar e interagir com amigos e encontrar pessoas com preferências semelhantes às suas no mundo inteiro.

A web vem se transformando na ferramenta mais importante quando nos referimos às lutas e polêmicas de ordem políticas e sociais e traz à tona insatisfações que, se não fosse a força que as redes sócias tem, nunca teriam a visibilidade que temos acompanhado nos últimos tempos. Porém, a ignorância das pessoas que vem caminhando junto com essa transformação, vai além do que deveria ser o propósito real da internet. Nos espaços para comentários as opiniões se transformaram em xingamentos e agressões gratuitas. Argumentos, que poderiam somar sobre qualquer debate, perdem a visibilidade para falas vazias, repletas de violência e intolerância.

smokeshack-hater-37509.jpg

Seja em uma coluna de entretenimento, assuntos políticos ou culturais, os haters estão lá, prontos para dispensar o ódio. E antes que estes antipatrióticos venham prontos com a frase feita “isso é Brasil”, esse não é nem de longe um costume exclusivo de nós brasileiros.

PRoibidoFalar.jpg

Dentro desse quadro de casos de ódio, sem sentido algum, casos grotescos, como os de racismo, o que acontece muito, é que as pessoas se enganam quando encontram na internet uma terra sem lei. Onde eu posso fazer o que quero, bato forte no peito e exponho a minha fúria e tudo bem, nada pode dar errado. Negativo meus amigos, os comentários estão sujeitos a legislação do país. Como o racismo no Brasil é crime, esses comentários racistas também estão sujeitos à punições, ou seja, todo o seu ódio poderá e deverá ter consequências.

A grande verdade é que a internet “abriu as pernas” e deu voz a todos e quando queremos ser ouvidos no meio de tantos, gritamos e sempre que gritamos, perdemos o controle, perdemos a cabeça, o bom senso e a ignorância exala dos poros. Mas não é de ódio que se sustenta a internet. Para cada postagem ofensiva, existem milhares repletas de bom senso e reflexões importantes para todos os debates possíveis. No final de tudo a interne é, e ainda vai ser uma grande aliada da nossa evolução!


Luciano Oliveira

Mais ou menos designer e blogueiro, recém formado em #Marketing e entusiasta da comunicação digital. Curioso por natureza e investigador das tendências e tecnologias disruptivas. Acredito que para ser feliz é preciso hackear a vida e não se acomodar..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// @destaque, @obvious //Luciano Oliveira
Site Meter