olho sobre tela

Arte Contemporânea: Mercado, Feiras e Acontecimentos.

Bruno Assumpção

Entusiasta e colecionador de Arte Contemporânea.
www.olhosobretela.com

A Mcdonaldização dos Museus

Para angariar mais fundos, os museus famosos do mundo estão criando franquias. Licenciam sua marca e em troca emprestam peças e ajudam na aquisição de novas obras. E as cidades, por saberem do enorme potencial turístico que nomes como Guggenhein ou Louvre carregam, investem pesado para conseguir esses museus.


louvre-2.jpg Maquete para o Louvre de Abu Dhabi

O Guggenhein de Bilbao é o precursor com fundação em 1997. Com 1 milhão de visitantes anuais, gera 200 milhões de euros para a economia da cidade e 4.500 empregos. Qual prefeito não gostaria desses números ao mesmo tempo que se instala um equipamento cultural de grande porte para a população?

guggenheim-museo-bilbao.jpg Guggenhein Bilbao

Agora é vez de AbuDhabi receber seu Guggenhein e até no Rio de Janeiro tinha uma conversa para ter o seu na zona portuária.

Mas Abu Dhabi foi além e fechou com o Louvre para ter a franquia do famoso museu parisiense. Depois de uma série de atrasos, a nova data é 2015 para finalmente vermos o Louvre Abu Dhabi em funcionamento.

Existem muitas críticas para esses projetos, já que a aura desses museus fica arranhada. Mas pensando no lado prático, apenas 15% das obras desses grandes museus é exposta e o restante fica em acervo técnico. Com novas filiais, é possível que mais pessoas tenham acesso a esse tesouro guardado.

O Centre Pompidou de Paris, talvez mais inteligentemente, declarou que países emergentes como o Brasil tem condições de ter o seu próprio Moma (NY) ou Tate (Londres) e que não pensam em uma franquia, mas estão negociando exposições temporárias. É uma fonte de receita para o museu e ao mesmo tempo uma ótima oportunidade para as cidades.

1276224585-conservapedia.jpg Centre Pompidou

Visite meu blog: olhosobretela.com


Bruno Assumpção

Entusiasta e colecionador de Arte Contemporânea. www.olhosobretela.com.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/// @destaque, @obvious //Bruno Assumpção