olho sobre tela

Arte Contemporânea: Mercado, Feiras e Acontecimentos.

Bruno Assumpção

Entusiasta e colecionador de Arte Contemporânea.
www.olhosobretela.com

Arte no Brasil: Mercado em Alta

Muita gente está encarando o mercado de obras de arte como investimento. Pesquisa feita durante a TEFAF (Feira de arte de Maastricht) revelou que 10% dos colecionadores colocam o retorno financeiro em primeiro lugar na hora de comprar uma obra. E vários fundos de investimento focados em arte pipocam pelo mundo, até no Brasil criaram um Fundo Brazil Golden Art com previsão de 40 milhões de reais em compras de arte contemporânea.


gold-chart-up.jpg

Mas, sem querer ser estraga prazeres, obras de arte nunca poderão ser consideradas investimentos, já que o fluxo de caixa é sempre negativo, ou seja, é um ativo que não gera retorno na forma de dividendos, aluguéis ou juros. Da mesma forma os imóveis, só se forem comprados para aluguel, podemos colocá-los na lista de investimentos.

Dito isso, é interessante ver como o mercado de arte no Brasil tem evoluído em termos de preços nos últimos anos. Vários artistas viram seus preços multiplicarem em pouco tempo. Vamos a alguns exemplos de leilões.

Abraham Palatnik: Em junho de 2007 foi vendida uma obra de 98X114 cm por R$ 40.000.

screen-shot-2012-03-29-at-20-30-39.png

E em março desse ano foi vendia uma obra de 100X100 em por 175 mil

screen-shot-2012-03-29-at-20-30-26.png

Suportes ligeiramente diferentes, acrílica sobre madeira versus acrílica sobre tela, mas em termos de qualidade prefiro a de 2007.

Arcangelo Ianelli: Em junho de 2007 foi vendida uma obra de 110X130 cm por R$ 65.000.

screen-shot-2012-03-29-at-20-38-18.png

Já em março desse ano foi vendida uma obra de 130X100 cm, ligeiramente de melhor qualidade por R$ 147.500.

screen-shot-2012-03-29-at-20-41-19.png

Luiz Sacilloto: No final de 2009 foi vendido uma obra por 90X90cm por R$ 40.000.

screen-shot-2012-03-29-at-20-46-01.png

Já no final de 2011 foi vendida uma obra bem parecida de 90X90 cm por R$ 122.000

screen-shot-2012-03-29-at-20-49-34.png

O último dado divulgado pelo Catálogo das Artes (site de coleta de preços de obras de arte e antiguidades no Brasil) é que em 2008 a média das obras vendidas em leilão foi de R$ 8.700, passando para R$ 18.000 em 2011, um crescimento de 107%.

Esses são apenas alguns exemplos do exuberante mercado de arte brasileiro. Mas longe de mim recomendar algum “investimento” em arte com base nisso. De toda forma, é interessante ver como obras de artistas de qualidade mantêm sempre um bom valor.

Publicado originalmente em olhosobretela.com


Bruno Assumpção

Entusiasta e colecionador de Arte Contemporânea. www.olhosobretela.com.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/// //Bruno Assumpção