Felipe Gaúcho

acha que o lar do passarinho é o ar, em vez do ninho; sente-se nascido a cada momento para a eterna novidade do mundo; e não vê problema em emprestar citações alheias.

Um relógio que levou 9 anos para ser montado, e que vai mudar sua definição de arte

Para celebrar os 175 anos da marca, a Patek Philippe projetou o relógio mais complexo da história. O Grandmaster Chime (algo como "Harmonia do Mestre") tem meia dúzia de invenções patenteadas, mais de mil peças no seu interior, e um preço que gira em torno dos 2.5 milhões de dólares - para cada uma das seis unidades postas à venda.


Patek Philippe 1.jpg

Menos de cem watchmakers (o nome dado aos artesãos que se dedicam exclusivamente à concepção e produção de relógios mecânicos) se formam por ano, nos Estados Unidos. Na Europa, a quantidade geralmente dobra, mas não vai muito além disso. Os sonhos desses estudantes têm lugar e nomes bem definidos. Genebra, Suíca: a capital mundial da relojoaria. Omega, Romex, Cartier, Patek Philippe: as mais renomadas marcas do segmento de luxo dessa indústria que cresce, apesar de ir na contramão revolução digital.

Patek Philippe 2.jpg

Essa última, a Patek Philppe, lançou uma peça especial para comemorar seu aniversário de 175 anos. O Grandmaster Chime (algo como "A Harmonia do Mestre", em português) tem 1366 componentes diferentes, seis invenções patenteadas incorporadas ao mecanismo interno, cinco tipos de som, e custa 2,5 milhões de dólares - caso você consiga uma das únicas 6 unidades postas à venda. O corpo do relógio gira em torno do próprio eixo e é todo coberto por ouro 18 quilates.

Patek Philippe 3.jpg

Enquanto um Apple Watch leva alguns dias para ser manufaturado, o Grandmaster Chime precisou de 7 anos para ser completamente desenhado, e de mais 2 para ser produzido. O vídeo abaixo dá uma ideia da complexidade e beleza do processo.


Felipe Gaúcho

acha que o lar do passarinho é o ar, em vez do ninho; sente-se nascido a cada momento para a eterna novidade do mundo; e não vê problema em emprestar citações alheias..
Saiba como escrever na obvious.
version 4/s/design// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Felipe Gaúcho