os inconfundíveis pés de xumbo

Espaço renovado, novas ideias...

Simon

Cavaleiro das Trevas, a lenda... Batman que afinal tem um superpoder!

Batman, o Cavaleiro das Trevas, o Homem Morcego, é muito mais que um simples herói de BD! É uma fonte de inspiração para milhões. Um exemplo... Batman é um símbolo do inquebrável espírito humano, mesmo quando se depara com algo além da sua força física ou da compreensão do comum mortal. No meio de gente com tantos e diversificados superpoderes, ele consegue prevalecer e ser relevante, pois é o mais hábil e mais inteligente. O único para quem o triunfo da justiça é a única coisa que o move... Não tem a responsabilidade do poder, ele é um herói porque o escolheu!


Desde 1939 que Batman, o alter ego do bilionário Bruce Wayne, mantém a sua sombra protectora sobre Gotham City. Hoje, em pleno século XXI, milhares de livros de BD, muitas horas de cinema e TV e muitos milhões de dólares em merchandising depois, esta figura saída do imaginário de Bob Kane evoluiu, passou pelas mãos de muitos e todos lhe deram um cunho particular, construindo as suas faces, suas nuances... Não pretendo aqui fazer o historial do Caped Crusader, todos já o conhecemos! Nem tão pouco falar da sua notável galeria de vilões. Mais importante que isso será perceber o que este figura significa para cada um de nós! A sua popularidade no Mundo inteiro só é ultrapassada por um: o SuperHomem. E mesmo assim... Mas a popularidade de um herói imaginário não se mede só na quantidade de livros vendidos ou milhões feitos na bilheteira quando se transporta para o cinema! Basta ver o caso de Iron Man. Mede-se noutra coisa também. Mede-se naquilo que essa figura inspira em todos nós. A capacidade de nos fazer sonhar! Batman é um superherói sem poderes, sem uma armadura hi-tech, não trepa paredes, não sabe voar... É um homem que se tornou num símbolo. Quis inspirar medo no lado negro de uma cidade, a sua! Mas nem por isso deixa de ser um homem... Pode ser morto, mortal que é. Mas ainda assim é um dos mais populares e duradouros superheróis de sempre. E cada vez que se renova mais rico se torna!images (1).jpg A riqueza psicológica de Bruce Wayne e das suas histórias é vastíssima! Dá para inúmeros filmes de diferentes âmbitos ou para seguir vários caminhos literários. Tudo começa quando ele, em miúdo, vê os pais a serem assassinados à sua frente! Não se trata de um acidente de laboratório ou uma condição de nascença... É um acontecimento mentalmente traumático que leva um miúdo, de um momento para o outro, a devotar-se a uma causa. Uma simples causa: garantir que o que lhe aconteceu não acontece a mais ninguém! É um homem que quase se torna num... santo! Devota toda a sua fortuna e energia a proteger caras que nunca viu. Que não conhece. Mas que como homem que é, também tem erros e tem de conviver com eles! Erros que lhe custaram a vida de um protegido seu, Jason Todd, ou que confina Barbara Gordon a uma cadeira de rodas. Um homem que cegamente vive no trauma de uma infância perdida, que viveu no limbo da loucura ou da vilania. Facilmente, poderia apenas querer vingança. Só... Poderia ser razão suficiente para se virar para o crime. Mas não. Optou por outra vida. Mas sempre com pontos de interrogação: a sua figura implica a escalada de violência? Implica o surgimento de vilões que anseiam a sua queda? Vilões que não se importam quantas vítimas fazem até chegar perto dele?

Perante o cenário de Gotham City e sua figura central, o Batman continua, ainda hoje, a inspirar milhões de pessoas pelo Mundo inteiro! Miúdos e graúdos. Não se tratam só de geeks. É muita gente anónima a quem o infortúnio bateu à porta e vê que Wayne também se levantou das trevas. Outros que olham com admiração para quem de frente olha sem medo para coisas do sobrenatural. Coisas que estão além da sua força física ou capacidade humana. Inimigos que estão para além da compreensão mental de todos nós! Gente que faz tudo pelos outros, nas sombras. Para mim, representa a capacidade de nunca recuar! A consciência de que Bruce Wayne não se vê como um superherói, não tem a responsabilidade que um super poder lher confere, mas que ainda assim não recua! É a capacidade de descer ao nível mais baixo da condição humana para proteger gente que ele nunca viu... Um homem que olha a insana maldade de Joker e não recua. É a missão que ele tomou para si. É ingrata. Mas é a dele!

A lenda d' O Cavaleiro das Trevas vai ganhar vida no cinema nesta perspectiva. Do lado de quem é inspirado por ele. De quem o segue como exemplo. De quem gostava de ser como ele! Espreitem o trailer aqui e compreendam, se não souberem o que é, a inspiração do Homem-Morcego! Há uns anos atrás, a TV transmitia uma brilhante série animada, A Liga da Justiça, com as principais figuras da DC, SuperHomem, Martian ManHunter, Flash, Mulher-Maravilha, Lanterna Verde e Hawk Girl. No meio deste grupo de superheróis, estava ainda Batman, sem poderes... Quando todos outros tombaram às mãos de um supervilão, Mr. Destiny, este tentou fazer com que o Caped Crusader duvidasse dele próprio, colocando-se ao nível dele, dizendo-lhe que ambos eram insectos, pois os demais tinham superpoderes e ele, Batman, não. Sabem qual a resposta? "Oh I have one. I never give up!" (vejam aqui) Esta para mim, é a finnest hour de Bruce Wayne! Foi o momento que o definiu e que ele se definiu perante os outros, com superpoderes, mas que haviam tombado. É a representação suprema da coragem de um ser humano... Onde outros, com imenso poder, falharam, ele não falhou! Não recuou! É isto que inspira ainda hoje milhões! É isto que faz com que o Batman seja admirado por muitos mais ainda!


version 4/s/// //Simon