parabolicando

literatura, música, cinema, artes plásticas, comportamento

Milu Leite

milu leite é jornalista e escritora

Semente - um conto

Um conto que é pequeno não é menor nem maior do que pode ser uma flor, um edifício de cinco andares, ou um favo de mel. Um conto é todo o espaço e o tempo da criação que o fez nascer.Tenho parido contos pequenos, cada vez menores. SEMENTE é um deles.


IMGP4232.JPG Todo dia. Todo dia mesmo. Às vezes variava o horário, porque nos dias de chuva ele acordava mais tarde e isto comprometia o ritual. Mas, mesmo assim, ele se sentava no banco, comprava sua cerveja (sempre a mesma marca) e despejava devagar a bebida no copo longo e fino, enquanto pensava em partir. Desconhecia vontade que não fosse esta, beber e partir. Beber e partir-se.

Mas houve o dia em que ela surgiu. Antes dela, porém, veio a vontade dela de sentar-se com ele. Depois chegaram o vestido cinza e branco, os pés muito curvos de bailarina e aquela conversa toda de mulher que gosta de ver, perguntar e falar. Ele ouviu. Ele bebeu. Um punhado de palavras flutuou pelo banco até depositar-se dentro dos sapatos vermelhos que ela tinha acabado de tirar. Eram as palavras dele. Secretas e cheias de uma vontade nova e assustadora.


Milu Leite

milu leite é jornalista e escritora.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/// //Milu Leite