pelo avesso

O impacto do mundo lá fora aqui dentro de nós

Ana Macarini

As palavras que escrevo não me pertencem. Elas são resultado da minha interação com o mundo. São células de mim, que morrem no papel e renascem nos olhos de quem as lê

  • casal 445 x 669 OBVIOUS.jpg
    APAGA A LUZ E CHEGA MAIS PERTO!

    Esse bem poderia ser um papo sobre nossas preferências na hora de fazer amor. Afinal, o entorno, o ambiente, o clima exercem uma intrigante influência em nossa libido e em nosso grau de excitação e envolvimento. Acender ou apagar a luz, quer seja literal ou figurativamente, nos expõe mais ou menos diante do outro. O papo é, também sobre isso. Mas não se resume a essa esfera volátil e deliciosa da nossa existência.

  • professor 2.jpg
    PROFESSOR: UMA ESPÉCIE EM EXTINÇÃO

    Ser professor é ter uma estranha mania de acreditar que o impossível não existe!

  • 9682791f435116c1d92d069611d26cfc.jpg
    SEM ANESTESIA

    Nascemos equipados para nos acostumarmos com todo tipo de porcaria. E, com o tempo e uma boa dose de acomodação, nos arriscamos a acreditar que a porcaria toda faz parte da vida. Compramos desculpas prontas para nós mesmos do tipo "não era pra ser", "o que vem fácil vai facil", "o que é bom dura pouco"; e ficamos repetindo essa espécie de baboseira como um mantra de autossabotagem. Talvez tenha chegado a hora de arrancar o tubinho da veia, aguentar um pouco a dor de viver sem anestesia e descobrir a que viemos.

  • 55fc2fcce2e7483a4f1aad6762eb6e62.jpg
    ETERNOS GAROTOS

    O bolo já está lá no forno há trinta minutos. De acordo com a receita, daqui dez minutos você deverá tirá-lo de lá; ele deverá estar pronto em dez minutos. No entanto, você está diante do visor do bendito forno e constata: o maldito bolo não cresceu nem um milímetro. De imediato instala-se uma dura conclusão em sua linda cabecinha: O BOLO ENCRUOU, SOLOU, EMBATUMOU! Tragédia anunciada. Bolo solado não presta; ninguém vai comer; e, pior, todo seu trabalho, todos os ingredientes vão parar no lixo! Ahhh... Mas poderia ser pior! Bolo solado é um acidente de percurso da categoria “leve”. Mas, o que dizer sobre a bizarra experiência de topar na vida com um “homem solado”?

  • fundo-do-poço-capa 2.jpg
    MORAR NO FUNDO DO POÇO

    É preciso cautela para não acreditar que o que é ruim é inevitável. Que o pior já passou. Que o perigo só bate nas outras portas. É preciso coragem para reconhecer que se chegou ao limite máximo do pior que poderia acontecer. É preciso honestidade para conquistar a própria confiança e perceber que o fundo do poço pode ser um lugar até confortável para quem se esqueceu que existe um mundo lá fora, esperando pelos corajosos. Pelos corajosos!

  • mediocridade.jpg
    O FALSO CONFORTO DA MEDIOCRIDADE

    Absolutamente tudo na vida é uma questão de escolha. Até mesmo quando abrimos mão de escolher estamos escolhendo. Cada uma de nossas atitudes, ou a falta delas, revela o calibre de nossa natureza. Todas as nossas manifestações de apreço ou desdém expõem nossa maneira de funcionar em relação à nossa missão no mundo. E, o nosso caráter, mais cedo ou mais tarde se revelará, seja por nossa elevação, falta de escrúpulos ou mediocridade.

  • casal de mãos dadas.jpg
    AMOR ROMÂNTICO E GRIPE: QUASE A MESMA COISA!

    Ainda não associaram a ocorrência da paixão com nenhum vírus. Ainda. Deveríamos achar a falta de estudos científicos acerca do “estar apaixonado”, no mínimo, suspeita. Afinal, muita gente sai ganhando com esse negócio. Gente apaixonada não pensa, não raciocina e, muito menos, vê algum sentido na racionalidade. A paixão derruba a gente, qual uma maldita gripe. Caímos numa nebulosa sensação de torpor, na qual a realidade não passa de uma intrusa inconveniente. Atire a primeira foto rasgada do “ex my love” quem nunca se apaixonou.

  • OLHOS FECHADOS.jpg
    SINCERIDADE OSTENTAÇÃO: PURA ENGANAÇÃO

    Por detrás das palavras é que mora a verdade. As palavras são apenas e exatamente o que são: fragmentos escolhidos de nossos verdadeiros pensamentos. Não tornamos público, na íntegra, o que nos vai na alma por uma simples razão: caso o fizéssemos, acabaríamos a sós. E, nada nos assusta mais do que nossa própria companhia.

  • 7ca5cb5252aa00ffbc415312ed2feb1c.jpg
    SOMOS PERECÍVEIS

    Temos prazo de validade. Estamos sujeitos à ação do tempo, do ambiente, da nossa irrefletida forma de usufruir de nossos corpos. Entretanto, diferente dos produtos que de forma tão automática consumimos, não temos gravado em nossa pele um código de barras, tampouco uma data determinando que estamos impróprios para consumo. Mesmo assim, nosso prazo de validade existe. E, pasme, pode ser abreviado. No entanto, seguimos esbanjando tempo, como se fôssemos viver pra sempre.

  • FONE 2.jpg
    ESTRANHOS ÍNTIMOS

    Andamos tão carentes de relações reais que, do nada, esbarramos em pessoas de forma acidental e descobrimos em minutos de convivência que existe por aí gente semelhante a nós; gente que acredita, almeja, sonha e persegue os mesmos ideais que nos movem. O que nos falta é tirar a cabeça do modo automático e dirigir nossas vidas utilizando nossas próprias mãos. O resultado pode ser surpreendente!

  • c9cc634849bac2ef5ecea8f9b7a8ad3e.jpg
    ENGOLE ESSE CHORO!

    Supondo que tenha cabido a você possuir uma mãe, digamos, que não primava pela doçura. Certamente você foi "convidado" a engolir o choro algumas vezes. É, meu amigo, não é fácil não! A garganta arde, os olhos queimam e o sangue ferve. Porém, diante da autoridade instituída, não dá pra desconsiderar uma ordem dessas. Mas... Quer saber?! Tem gente que precisa MESMO aprender a engolir o choro e assumir que a vida não espera ninguém ficar pronto pra acontecer.

  • 322106.jpg
    EU NÃO VOU COM A SUA CARA

    Você não está imune de provocar a antipatia nas pessoas. Não é raro acontecer de, justamente aquele seu jeito inusitado de ver o mundo e de lidar com ele, que tanto encanta seus amorosos seguidores voluntários, causar a ira alheia. Conforme-se, sempre vai ter alguém que não vai com a sua cara. Relaxe, tudo bem se você não for com a cara de alguém. É a vida!

  • b6b534a49ba9505a8c74287b67420aa3.jpg
    A VERDADE MORA NAS ENTRELINHAS


    Em nome de uma convivência pacífica com aqueles mais próximos de nós, nem sempre dizemos o que pensamos ou sentimos em sua forma integral. Aprendemos muito cedo a instalar e usar filtros morais e sociais que nos concedem a cobiçada aceitação e, quando damos um pouco mais de sorte, admiração. Mas... o que fazemos com as aparas de nossas opiniões e sentimentos? Nós as maquiamos e remodelamos a fim de que caibam nas entrelinhas da vida.

  • bbbdb023a05960d53ad36f5469de6d9b.jpg
    NÃO É NADA DO QUE VOCÊ ESTÁ PENSANDO

    Será mesmo que "O que os olhos não veem, o coração não sente"? Caso isso fosse verdade, então só seríamos emocionalmente atingidos pelos episódios cuja imagem fosse capturada por nossos olhos. No entanto, há impressões e sensações tão impactantes que nos elevam ou destroem, justamente por não estarem ao alcance de nossa visão. Duvida? Atire a primeira pedra quem nunca criou verdadeiros filmes de Almodovar em sua imaginação por estar distante da cena real.

  • 2a6d0c891e838a8f5bfbc7d1c2b06ae6.jpg
    AFOGOU-SE NO PRÓPRIO UMBIGO

    O mundo está sofrendo com a superpopulação de uma espécie em ascensão: especialistas em quase tudo, que sabem um pouco de alguma coisa, desconfiam que são gênios da atualidade e não tem noção de quase nada. Se você acha que não conhece alguém assim, não cante vitória antes do tempo, essa espécie além de se auto reproduzir, sobrevive em qualquer ambiente e se alimenta de qualquer coisa, desde que engorde seu ego obeso sem danificar sua consciência anoréxica.

Site Meter