perplexidade e silêncio

Encontrando poesia e bonitezas da vida por aí.

Ruh Dias

Quando criança, quis ser astronauta. Adolescente, quis ser filósofa, cineasta, fotógrafa. Sempre quis ser escritora. Hoje, só quero ser eu mesma.

As mulheres do Doctor

O que as personagens femininas do Doctor Who tem em comum e por que as mulheres reais querem ser uma delas.


dw.jpg

Este ano o seriado Doctor Who completou 50 anos de existência, tornando-se o seriado há mais tempo no ar na história da televisão mundial.

Doctor Who é um seriado inglês (BBC) sobre as aventuras de um viajante do tempo que se auto denomina The Doctor. Ele é um Senhor do Tempo, uma raça extraterrestre que foi disseminada completamente na Guerra do Tempo. Desta guerra, só o Doctor sobreviveu e hoje, com 907 anos de idade, ele viaja pelo Universo em sua nave espacial, a TARDIS, salvando civilizações de terem o mesmo fim que a sua.

O Doctor se regenera de tempos em tempos, adquirindo novos rostos. A série foi ao ar, primeiramente, de 1963 a 1989, e teve sete Doctors neste período. Veja bem: todos eles são a mesma personagem, apenas sua aparência física que muda. Em 1996, em um filme, o oitavo Doctor surgiu. Em 2005, a série voltou ao ar e hoje está no décimo segundo Doctor. Diversos atores interpretaram o Doctor ao longo do tempo, todos mantendo a coesão e uniformidade da personagem (mais ou menos como o James Bond).

Com 907 anos de idade, sem família e sendo o último de sua espécie, o Doctor logo decidiu que não viajaria sozinho. Para isso, em meio a suas aventuras, ele encontra companheiras de viagem. Mas antes que isso soe sacana, logo aviso: ele não tem traços afetivos tampouco sexuais em seus relacionamentos com suas companheiras de viagem - ele é um extraterrestre, afinal de contas, e suas reações são bastante contidas, frias e racionais. Além disso, ele deixa claro para todas elas: ele não pode se apaixonar pois ele viverá para sempre, enquanto elas logo morrerão, e isso só causará sofrimento a todos.

Obviamente, se uma mulher não deve se apaixonar por um homem (ou um ET), ela com certeza irá. O que é proibido, complicado e difícil logo chega ao coração (e a outras partes do corpo também). Trazendo o foco para as companheiras de viagem da fase nova do seriado (de 2005 aos dias atuais), nenhuma delas escapa ao charme do Doctor, mas a maioria acaba logo desistindo e percebendo que a paixão não será correspondida - a menos que você seja Rose Tyler.

A pergunta que fica é: por que o Doctor escolhe estas mulheres para o acompanharem, e não qualquer outra? Ou, ainda: o que elas tem que eu não tenho?

O primeiro ponto comum entre elas é: elas fogem do casamento. As mulheres do Doctor Who não estão certas se devem seguir o caminho clássico que é imposto às mulheres - casar, ter filhos e uma vida tranquila e estável. Elas questionam abertamente estes valores da sociedade, criticam o padrão de vida que é determinado para o sexo feminino e, muitas vezes, decidem não se casar com o noivo/namorado que tinham antes de conhecer o Doctor. Outras, optam por continuar com eles após as aventuras pelo Universo, mas não sem antes entrarem em crises existenciais produtivas e demoradas.

O segundo ponto em comum entre elas é: elas são inteligentes. Elas não se categorizam como "mulheres indefesas que precisam da proteção do príncipe encantado". Elas pensam, encontram soluções, acham padrões, enfrentam extraterrestres e, ainda, mostram ao Doctor pontos-de-vista humanitários e generosos.

E o terceiro ponto em comum entre elas é: elas são inconformadas e entediadas. Mesmo com as decisões que o Doctor toma. Elas tem uma capacidade analítica além de seus tempos, enxergam longe e estão sempre confrontando as situações de crise. Elas procuram aventura, são curiosas e decididas.

Resumidamente, elas são tão incríveis quanto o próprio Doctor.

Eu gostaria de ser uma companheira do Doctor, óbvio. Não por uma paixonite adolescente pelo Doctor em si (talvez pelo décimo, quem sabe?!) mas por querer ser uma mulher deste nível: confiante e segura de si, de seus talentos e de sua capacidade de ser forte frente à tudo que aparecer. Além disso, passear pelo Tempo e pelo Universo também não seria nada mal.

Quem se interessou em acompanhar a série, recomendo começar pela temporada de 2005, a primeira atual, com o Nono Doctor. Os efeitos especiais melhoram com o tempo, prometo. Também recomendo olhar o site oficial: http://www.doctorwho.tv/


Ruh Dias

Quando criança, quis ser astronauta. Adolescente, quis ser filósofa, cineasta, fotógrafa. Sempre quis ser escritora. Hoje, só quero ser eu mesma..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Ruh Dias