poética prosa

por Manú Sena

Manú Sena

Cineasta em formação, é formada em Letras e professora de Literatura e artes.Gêmeos com ascendente em escorpião, vive num mundo particular feito de gatos, filmes,livros,músicas e um bom café

Um jeito macanudo de ser e de levar a vida: Liniers!

Trazendo bom humor e leveza ao nosso cotidiano as vezes tão complicado, Liniers acaba nos chamando atenção para a brevidade da vida e para a urgência que devemos ter em aproveitá-la. Isso no entanto, não imprime peso ao seu traço. Antes, nos apresenta situações e personagens que vivem num mundo à parte,cheio de força e doçura.


MG_1562-600x400.jpg

Ele é descendente do vice-rei de Buenos Aires: Santiago de Liniers. Mas acredito que mesmo sem este detalhe nobre agregado ao seu nome, o cartunista argentino Ricardo Liniers Siri não passaria despercebido aos nossos olhos, visto ser ele um dos mais notáveis talentos atuais do mundo dos quadrinhos. Liniers é realmente alguém a quem, podemos chamar de “macanudo”, termo cunhado pelo próprio cartunista para designar uma pessoa bacana, legal, alguém de quem gostamos de estar perto.

206006_418740804840629_356341595_n.jpg

Publicando seus primeiros trabalhos em fanzines, Liniers ganhou fama ao publicar tirinhas no jornal argentino La Nación, e logo depois em vários outros veículos de comunicação. Sua obra se consagrou ao publicar suas tirinhas no livro “Macanudo”, onde aparecem pela primeira vez a gama de personagens que iria encantar o mundo. Liniers é pura delicadeza de traços e ideias. Descortina através de sua obra, personagens que vão do ingênuo Robô Z-25 à menina sonhadora e esperta Enriqueta e seu gato que tem medo de chuva, o Fellini. Temos também como personagens trazidos à vida por Liniers pinguins engraçados, a imaginação humana personificada na figura do bicho papão Olga, duendes, "O homem misterioso", crianças, azeitonas pensantes, pessoas comuns que vivem a vida questionando-se sobre o porquê dela. E é justamente aí que reside o cerne da obra do genial cartunista: o questionar-se sobre o ser e estar no mundo, a crítica ao politicamente correto, àquilo que é aceitado por todos sem questionar.E assim a tirinha que emociona, também é capaz de nos levar ao pensamento crítico e ao desejo de mudança. 

36609_376158055765571_740034666_n.jpg

375728_336423769739000_1039362000_n.jpg

Além de Macanudo, Liniers tem uma série autobiográfica intitulada “Cosas que te pasan se estás vivo”, além de outros projetos interessantes, como a parceria com o também argentino Kevin Johansen. Neste projeto os dois percorrem algumas cidades com um show duplo. Enquanto Kevin canta, Liniers encanta com seus traços, que acompanham a música igualmente leve de Kevin.  

Em 2011, Liniers teve sua trajetória criativa contada no documentário “Liniers, El Trazo Simple De Las Cosas” da cineasta Franca Gonzalez,que ao passar cerca de dois meses convivendo diretamente com o artista, pôde fazer um retrato quase preciso da força de sua arte. E digo quase,por saber que quando se trata de arte, nada é palpável. Porque a arte existe não para que possa ser entendida e sim, simplesmente sentida. Assim, é a arte de Liniers: plena de significados porque está viva, cheia de sentimentos porque nos faz ver melhor o mundo que nos cerca e a nós mesmos. 

Que deliciosa aventura! :)

69162_444200555627987_1928524124_n.jpg

389181_348876121827098_1245384685_n.jpg

318189_353971694650874_564934876_n.jpg


Manú Sena

Cineasta em formação, é formada em Letras e professora de Literatura e artes.Gêmeos com ascendente em escorpião, vive num mundo particular feito de gatos, filmes,livros,músicas e um bom café.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/artes e ideias// @destaque, @obvious //Manú Sena