poética prosa

por Manú Sena

Manú Sena

Cineasta em formação, é formada em Letras e professora de Literatura e artes.Gêmeos com ascendente em escorpião, vive num mundo particular feito de gatos, filmes,livros,músicas e um bom café

Vale tudo? Ou Quem matou Odete Roitman?

Há 27 anos, o país parava para ver esse capítulo: o 193 de uma trama que, até o seu fim, havia retratado de maneira contundente, e sem máscaras, um país mergulhado numa recessão econômica delicada mas, por outro lado, desejoso por mudanças.


logo-vale-tudo-gimp_-editado-tirar-logo.jpg

O Brasil da Maria de Fátima, da Raquel e do Ivan, mas também o Brasil de muitos outros personagens tão carismáticos quanto. Exibida originalmente de 16 de maio de 1988 a 6 de janeiro de 1989, no horário tradicional das 20h, a novela foi uma dobradinha escrita por Aguinaldo Silva, Gilberto Braga e Leonor Bassères, que colocariam no ar uma das tramas mais populares entre público e crítica, com recordes de audiência para o horário, mesmo em suas re-exibições.

vale-tudo.jpg

Até hoje, me pergunto quais foram os elementos que contribuíram para que Vale tudo tivesse se tornado o grande sucesso que foi e ainda é, e quase sempre chego à conclusão de que não tinha como dar errado uma novela que misturava elenco talentoso, com feras como Regina Duarte, Glória Pires e Antonio Fagundes, e trilha sonora impecável. Cada ator da trama parecia ter consciência de estar fazendo um trabalho que ficaria marcado em nossa Teledramaturgia, o que se refletia nas interpretações afinadas e dignas de nota.

valetudo.jpg Valia tudo para mostrar o Brasil como ele era e é: cheio de nuances, reviravoltas e falcatruas. Cheio de sonhos, esperança e fé no futuro. Como foi gostoso relembrar essa novela que assisto pela terceira vez! Como foi prazeroso me debruçar sobre essa narrativa tão emocionante. E o curioso é que nas três vezes que vi a trama, me deixei envolver de igual maneira pela personagem da Odete Roitman, vivida pela atriz Beatriz Segall. Odete personifica o ser humano e suas falhas, encarna os sentimentos mais vis mas, ao mesmo tempo, demonstra um lado humano que muitos de nós possuímos e sequer conseguimos admitir.

1409783651beatriz_segall_odete_roitman_vale_tudo_fixed_big.jpg É por isso que toda vez que revejo a cena de sua morte, sinto a mesma coisa: uma sensação de falta e de carinho pela mulher tão perfeitamente interpretada, e também a certeza de que está saindo de cena uma personagem inesquecível e emblemática, que me faz pensar sobre as faltas e falhas que todos nós temos. Já sinto saudades dessa história e me quedo absorta ao lembrar de nosso Brasil que, como diria Ary Barroso, "é também um pouco de uma raça, que não tem medo de fumaça, ai, ai...e não se entrega não..."


Manú Sena

Cineasta em formação, é formada em Letras e professora de Literatura e artes.Gêmeos com ascendente em escorpião, vive num mundo particular feito de gatos, filmes,livros,músicas e um bom café.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/artes e ideias// @obvious, @obvioushp //Manú Sena