ponto cego

Incubador de pensamentos

Gustavo Serrate

Jornalista e cineasta independente de Brasília. Meus interesses transitam pelo cinema, quadrinhos, fotografia e toda forma de cultura independente ou marginalizada

A fraude intelectual de Paulo Ghiraldeli contra o feminismo

NÃO TINHA ACHADO NECESSÁRIO ME EXPRESSAR SOBRE A QUESTÃO DOS PROTESTOS-FEMININOS-CONTRA-O-ESTUPRO, PORQUE NÃO ACHEI QUE TINHA ALGO A ACRESCENTAR, MAS DEPOIS QUE LI O "ARGUMENTO" DO PAULO GHIRARDELI, AGORA EU TENHO ALGO GRAVE A DIZER.


FRAUDE INTELECTUAL obvious.jpg

Comecei a ler esperando por um argumento mais concreto. Mas seu argumento não é suficiente. Em segundo lugar, se há ou não há desejo sexual por parte do estuprador, E DAÍ? O estupro continua existindo, e continua em grande parte sendo associado ao fato de que estupradores se sentem no “DIREITO” de estuprar uma mulher, por terem sido provocados de alguma maneira. Não se estupra só por desejo sexual, também estupra-se por ódio, pela vontade de subjugar. Por se achar no direito de…

A pergunta, que vai direto de encontro com a sua eloquência é: O fato do estupro não ser somente relacionado ao desejo sexual masculino alteraria em algo o slogan?

SLOGAN: “INDEPENDENTE A FORMA COMO ME VISTO, EU NÃO ESTOU PEDINDO PARA SER ESTUPRADA”.

`nao mereco OBVIOUS2.jpg

MESMO SUPONDO QUE SEU RACIOCÍNIO ESTIVESSE CERTO (e não está), SUA RETÓRICA É VAZIA E ILÓGICA, PORÉM ELOQUENTE. Você sabe escolher bem as palavras, você sabe falar de forma convincente, graças a isso convenceu a si mesmo de que é um homem inteligente. Mas a base por trás dos seus argumentos são pobres, fedem a subdesenvolvimento intelectual adornado com bela roupagem. Já que o brasileiro é fã do chocalho da palavra, você usa dessa fraqueza nacional para convencer as pessoas, mesmo sem uma idéia consistente, mas só os idiotas se impressionam com palavras difíceis.

Não que eu esteja achando legal essa onda de todo mundo carregando esse cartazinho. Não acho essa uma das campanhas mais inteligentes dos últimos tempos, mas o que eu acho ou deixo de achar é irrelevante diante da importância desse protesto.

Perceba, há algo grandioso acontecendo, está no ar. Uma convulsão que representa uma necessidade urgente da mudança de comportamento de toda uma sociedade. Não é apenas no Brasil que essa necessidade está gritando. Além do seu umbigo existe um mundo, veja a Índia por exemplo: Homens praticam estupro coletivo contra mulheres. Isso é a manifestação máxima da impunidade do machismo. A fragilidade da mulher na sociedade é evidente, porquê elas não tinham voz, mas estão adquirindo, e isso irrita muitos homens. Não que o sexo feminino seja frágil, conheço mulheres tão fortes, capazes de dobrar o mundo em prol de seus objetivos. Mas frágeis no sentido de que a constituição física é muitas vezes menor do que a do homem, e frágil no sentido de não poder se expressar diante da injustiça, afinal A CULPA É SEMPRE DELA no pensamento da sociedade atual.

Se a transformação social que caminham em prol de um mundo mais justo para as mulheres te ofende, acredito que seja hora de você rever a forma como tem se posicionado.

Bob Dylan obvious.jpg

Como diria Bob Dylan:

Venham escritores e críticos Profetizam com suas canetas Mantenham seus olhos abertos A chance não virá novamente E não falem tão cedo A roda está girando Não há como dizer Quem será nomeado Pois o perdedor de agora Mais tarde vencerá Pois os tempos estão mudando

( The times They’re A-changing )

Se a mudança dos tempos te ofende, recomendo uma mudança íntima urgente, senão vai afundar como uma pedra em um novo rio que está surgindo.

Se há algum acerto nessa campanha é o fato que ela vai inibir muitos agressores. A campanha contra as “encoxadas no ônibus”, por exemplo, inibe o comportamento sexual-agressivo em público (em parte, ao menos) mostrando ao povo que isso não é COMUM e nem NORMAL, e nem muito menos um DIREITO (como a campanha publicitária do metrô afirmava).

Essa reprovação em massa do comportamento sexual agressivo do homem é uma forma de dizer ISSO ESTÁ ERRADO, ISSO NÃO PODE E NÃO VAI CONTINUAR ASSIM. Essa campanha indica uma espécie de evolução, mesmo que contra a vontade dos que querem preservar um status quo que é vantajoso apenas para os homens.

Originalmente publicado no blog KINÓLATRA


Gustavo Serrate

Jornalista e cineasta independente de Brasília. Meus interesses transitam pelo cinema, quadrinhos, fotografia e toda forma de cultura independente ou marginalizada.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Gustavo Serrate