por entre letras

...discorre a cena, escorre a vida

Ana Maria Lima

Jornalista, fotógrafa, pós-graduada em comunicação e atualmente estudante de psicanálise

A tragédia amorosa de Ofélia em Hamlet


(...)LAERTE (irmão): A mais pura virtude não escapa ao cerco da calúnia. A praga ataca os brotos da primavera Antes mesmo que os botões floresçam; E na manhã orvalhada da existência Os contágios fatais são mais constantes. Tem cuidado, então; o medo é a melhor defesa. Uma jovem se seduz com sua própria beleza.

OFÉLIA: Terei o nobre sentido das tuas palavras Como guarda do meu coração. Mas, meu bom irmão, Não faz como certos pastores impostores, Que nos mostram um caminho pro céu, íngreme e escarpado, E vão eles, dissolutos e insaciáveis libertinos, Pela senda florida dos prazeres, Distante dos sermões que proferiram. (...)

Ofélia é personagem secundária, mas de forma alguma passa despercebida na obra de Shakespeare. Circunscrita pelo poder patriarcal, recebe referências do pai e do irmão, e depois do seu amor Hamlet. Não se pode dizer que Ofélia é ingênua, ela é mais a expressão do amor e da lealdade. Possuidora de submissão e de um desejo contrastantes, fonte de seu conflito. Ela é testada, a todo momento, e é reprovada pela sociedade para a qual foi designada. Enquanto Hamlet finge enlouquecer como parte de seu plano obstinado por vingança, Ofélia enlouquece de verdade, por acreditar que Hamlet perdeu a razão por amor a ela. E por dedenhar seu amor, sugerindo-lhe que vá a um convento ou a um bordel. Nas entrelinhas do delírio histérico de Ofélia, é possível identificar as nuances do que desencadearam seu desequilíbrio e, por último, a morte - que não se sabe acidente ou suicídio.

Millais.jpg O quadro de Jonh Everett Millais, captura perfeitamente a morte de Ofélia que afundou lentamente entre flores no rio, que parece serenamente integrar a natureza a sua volta.


Ana Maria Lima

Jornalista, fotógrafa, pós-graduada em comunicação e atualmente estudante de psicanálise.
Saiba como escrever na obvious.
version 13/s/literatura// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Ana Maria Lima