por trás do espelho

reflexões involuntárias

Eli Boscatto

Formada em Ciências Políticas e Sociais, curiosa, inquieta, adora se emocionar. Pretensa poeta.

Ferrugem e Osso - até onde se pode suportar a dor

O filme Ferrugem e Osso é baseado nos contos do autor canadense Craig Davidson e dirigido pelo francês Jacques Audiard de “O profeta”. Os protagonistas são a ótima Marion Cotillard de “Piaf - Um Hino ao Amor” como Stephanie, em mais uma grande interpretação, e Matthias Schoenaerts como Alain. Um filme sobre a força transformadora do amor, mas que foge do lugar comum do dramalhão romântico e meloso.


rust-and-bone-orca-killer-whale-cotillard.png

Como é lidar com as crueldades da vida? Ferrugem e Osso é a dor sentida no corpo que humaniza os personagens. No filme, um homem comum, desempregado e sozinho com seu filho, busca um lugar para morar e um meio de subsistência, e acaba se abrigando na casa da irmã e do cunhado. Alain é um homem rude movido pela força bruta, onde a impulsividade com freqüência vem à tona, e até mesmo o carinho pelo filho é de outra natureza, sem demonstrações explícitas. No filme não há muitos diálogos elaborados, é tudo muito direto, sem muitos melindres ou cuidado com as palavras, mas a franqueza do personagem desconcerta e diverte.

filmes_3684_Ferrugem-e-Osso-12.jpg

Ele não sabe lidar com nada que saia da racionalidade masculina, até o dia em que seu caminho se cruza por acaso com o de uma mulher. Seu nome é Stephanie, uma treinadora de baleias, uma mulher distante que lhe parece inatingível, mas que a princípio nada significa a não ser quem sabe, a possibilidade de mais uma transa. No entanto essa mulher como ele, é também movida pela força, embora sejam forças opostas, e isto fica claro quando ela sofre um grave acidente e algumas ilusões na sua vida desmoronam. Depois de um telefonema, eles se tornam amigos e ele nem sabe bem porque, passa a visitá-la com freqüência e a levá-la para passeios na praia, até o dia em que fazem sexo. 15198442.jpg

Ela, embora resista, e veja naquele homem apenas a possibilidade de provar a si mesma que ainda é uma mulher desejável e fisicamente capaz, acaba por se apaixonar por Alain. Mas as atitudes impensadas dele o obrigam a partir, e um acidente quase fatal também provoca uma reviravolta em sua vida. Como consequência, Alain tem os ossos das mãos quebrados, mas algo mais se quebra, e ele faz uma descoberta.

O filme nos faz pensar o que podemos descobrir sobre nós mesmos, caso a vida nos colocasse frente à situações inesperadas e cruéis.


Eli Boscatto

Formada em Ciências Políticas e Sociais, curiosa, inquieta, adora se emocionar. Pretensa poeta..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// @destaque, @obvious //Eli Boscatto