prateleira do cuffman

Sobre tudo o que tiver de mais legal na minha estante

Cuffman

Sou faixa preta, eu toco guitarra. Um dia eu vou pular de asa. Durmo de dia, trabalho a noite. Não sei se vou voltar pra casa

Intro do filme Watchmen: referências históricas

O filme Watchmen ganhou uma boa adaptação nas mãos do diretor Zack Snyder (300, Madrugada dos mortos). Uma característica marcante adicionada pelo diretor, foi uma introdução ao som de Bob Dylan, que faz uma retrospectiva de aspectos históricos desde os anos 40 até os anos 80.


WATCHMEN LINEUP.jpg

Obs: Existe uma versão expandida desse texto que publiquei aqui. Tem detalhes extras sobre os personagens, que optei por não colocar nessa versão pois o texto ia ficar ainda maior. Para aqueles que são fãs da obra, vale a pena dar uma olhada depois. Nessa versão para o obvious dei prioridade aos aspectos históricos.

Antes de ler veja o vídeo da introdução:

Quando você é fã de algo que vai ser adaptado para o cinema,sempre há aquela preocupação em saber se a obra adaptada será fiel a original, e as vezes você se decepciona bastante. Foi o que aconteceu quando assisti a péssima adaptação de Resident Evil nas mãos do “roteirista/diretor” Paul W. Anderson.

Com Watchmen não poderia ser diferente. Tratava-se da “bíblia dos quadrinhos”. A única Graphic Novel classificada entre os 100 melhores romances de todos os tempos. A obra prima de Alan Moore. Cheguei ao cinema extremamente preocupado, porem quando o filme começou, minha preocupação praticamente se desfez com a introdução do filme. Aqueles 5:22 ,mostrando uma retrospectiva dos Minutemen (primeira geração de heróis da trama) atrelada a alguns fatos históricos, impulsionada por The Times They Are A-Changin de Bob Dylan já me mostrava que o diretor Zack Snyder não tava ali pra brincadeira e que o restante do filme respeitaria a obra original de Alan Moore.

A narrativa do quadrinho está situada durante a guerra-fria, onde temos a presença de um super ser do lado dos EUA(Dr. Manhatan), intervindo em situações como a Guerra do Vietnã. Devido a isso o contexto da geopolítica daquele momento acaba se alterando completamente. Por isso sempre imaginei Watchmen como uma espécie de “efeito borboleta”. Uma espécie de “como seria o mundo se existissem de fato super-heróis? Que implicações isso teria ,por exemplo, para a política?”. Por esse fator, a introdução me foi de grande importância como espectador e fã da obra, pois é justamente esse lado “efeito borboleta” que ela mostra. Fatos como o presidente Kennedy sendo assassinado pelo comediante, o Dr. Manhattan participando da primeira viagem a Lua e Nixon sendo reeleito para o terceiro mandato foram sacadas importantíssimas que Zack Snyder introduziu nos primeiros minutos do filme.

O objetivo desse texto é justamente comentar a cerca dos pontos tocados pelo diretor nessa introdução. Referencia aos fatos históricos e apresentação de alguns aspectos da trajetória de vários personagens do universo Watchmen.

Anos 40 A primeira etapa da introdução explica resumidamente a historia dos Minutemen, grupo de vigilantes da década de 40. Vamos as referências:

1) Hollis Mason evitando o surgimento de Batman. Esta cena é muito interessante e criativa. A um olhar desatento trata-se apenas do primeiro Coruja interceptando um assalto, porém também há outro significado por trás disso(Figura 1). Primeiramente é preciso saber que Watchmen foi publicada pela DC comics, mesma empresa que criou o Batman. Percebe-se nesta cena que na parede há um cartaz que é a capa de uma das HQs do Batman. O diretor inseriu essa cena de forma proposital, com o objetivo de sugerir que o Batman não existe naquele universo de Watchmen, justamente porque os pais de Bruce Wayne foram salvos de ser assassinados por intervenção do primeiro Coruja (Hollis Mason). Repare que na saída do cinema há um casal e verifiquem a semelhança que tem com os pais de Bruce Wayne da antiga revista do Batman (Figura 2). Quem conhece um pouco da historia do Batman sabe que o assassinato dos pais de Bruce Wayne foi o que o levou a se tornar Batman. Por conta disso Wayne viajou o mundo tentando entender a mente criminosa e aprender as mais diversas técnicas de luta. Portanto sem tal assassinato , Batman não existe.

fig 1.jpg Fig. 1: Coruja impedindo o assassinato dos pais de Bruce Wayne.

fig 2.jpg Fig. 2: Assassinato dos pais de Bruce Wayne na HQ e capa de uma das Edições de Batman.

2) SILHOUETTE e o famoso beijo que marcou o fim da segunda guerra mundial.

Ainda apresentando a fase de ouro dos MINUTEMEN, temos uma breve aparição da vigilante Silhouette. Em 1945 um fotógrafo captou um momento peculiar: o beijo de um marinheiro com uma enfermeira em meio a comemoração do fim da Segunda Guerra Mundial na Times Square(Nova York). A brincadeira na cena é o fato de a heroína Silhouette ter chegado primeiro e roubado o famoso beijo da enfermeira(Figura 3).

fig 4.jpg Fig 3: Observe na foto da esquerda a cena do filme, e a direita a verdadeira e histórica foto do beijo entre a enfermeira e o marinheiro.

4)Enola Gay, segunda guerra mundial e bombas atômicas

Era muito comum a arte de pintar desenhos de Pin-Ups nos aviões militares americanos durante a segunda guerra mundial. Agora a cena da vez é uma imagem do Enola Gay, avião que lançou a bomba atômica sobre a cidade japonesa de Hiroshima, em 1945. Mas no lugar de uma Pin-Up comum, o desenho inserido é o da Espectral I , que era considerada símbolo sexual nessa época (Figura 4).

fig 5.jpg Figura 4: Enola gay representado no filme a esquerda e a direita em foto real.

Acontecimentos dos anos 60

Pulamos os anos 50,onde aparentemente nada aconteceu, então vemos uma serie de acontecimentos históricos que nos remetem a década de 60 , além da apresentação da segunda geração de vigilantes: os WATCHMEN.

1) Presidente Kennedy Continuando a década de 60, temos 2 participações do presidente Kennedy, que governou os EUA entre 1961-1963. Na primeira seqüência há um aperto de mãos com o Dr. Manhattan, que é o único personagem do universo Watchmen que tem poderes sobre-humanos de fato. Dr Manhattan tem capacidade de manipular a matéria em nível subatômico, além de capacidade de clarividência e de viajar distancias interplanetárias. Esse aperto de mão significa o governo se apropriando dessas habilidades para enfrentar a URSS na guerra fria. Dr. Manhattan e o Comediante são os únicos dos vigilantes que chegaram a trabalhar para o governo. Em seguida temos a cena do assassinato de Kennedy, com a revelação de seu assassino: o Comediante (Figura 5).

fig 8.jpg Fig 5: Na imagem acima, Dr. Manhatan apertado a mão do presidente Kennedy e na imagem abaixo, o Comediante após efetuar o disparo que matou o presidente.

2) Guerra do Vietnã Nesta cena é mostrada uma televisão, onde passa uma reportagem sobre a Guerra do Vietnã. Temos agora uma referencia aos monges budistas que ateavam fogo em seus próprios corpos nas ruas de Saigon, permanecendo imóveis até morrer. Eles faziam isso em protesto ao que seu povo sofria durante a Guerra do Vietnã(Figura 6).

fig 9.jpg Fig 6: Budista ateando fogo no próprio corpo em praça publica.

3) Aproximação de Cuba com a URSS

Em 1959 , ocorreu a Revolução Cubana, que inicialmente não era de caráter socialista, tendo o país,no controle de Fidel Castro, adotado este regime posteriormente. Nesta cena, temos Fidel Castro ao lado de algum representante político da URSS, mostrando a união do bloco socialista contra o capitalista. Ao fundo,ogivas nucleares,mostrando ao telespectador que a bola da vez agora é a Guerra Fria e o mundo está se armando até os dentes (Figura 7).

fig 10.jpg Fig 7: Lideres socialistas, guerra fria e ogivas nucleares.

4) Hippies e protestos contra a guerra do Vietnã.

Nesta cena, a polícia mete chumbo contra protestantes da guerra do Vietnã (Figura 8). Minha interpretação a cerca dessa cena é que nesse universo alternativo, esses grupos foram sufocados precocemente, pois perderam totalmente o seu sentindo. Afinal os EUA tinham o Dr. Manhattan explodindo os vietcongues apenas com o pensamento, e agora vencer a Guerra do Vietnã já não era mais algo trabalhoso, logo as baixas de soldados americanos na guerra não são tão grandes e o protesto perde o sentido. fig 11.JPG Fig 8: Protesto de Hippies durante a Guerra do Vietnã

5) Andy Warhol

Essa cena faz referencia Andy Warhol, artista plástico e que também ficou conhecido por ter sido mentor da lendária banda The Velvet Underground, de Lou Reed. Na cena, ele apresenta algo como uma obra artística associada ao Coruja em uma espécie de exposição de Arte (Figura 9).

fig 12.jpg Fig 9: Andy Warhol em exposição de sua arte.

6) Missão Apolo 11. Encerrando os acontecimentos da década de 60, temos a missão Apolo 11, a primeira a levar o homem a pisar na Lua. Obviamente, vemos Neil Amstrong em solo lunar, mas com um diferencial: no visor do seu capacete temos o reflexo do Dr. Manhattan (Figura 10).

fig 13.jpg Fig 10: Neil Amstrong e Dr. Manhatan em solo lunar.

Acontecimentos dos anos 70

1) Studio 54 Iniciando os anos 70, em apenas uma cena temos referencias a diversos ícones desse período. Primeiramente, a lendária discoteca Studio 54 (que inclusive há um filme a respeito), fundada em Nova Iorque em 1977 , com festas regadas a excessos de drogas e sexo. Alem de Ozymandias, membro da segunda geração de vigilantes. Olhando com atenção, é possível ainda identificar figuras como Mick Jagger, David Bowie e o grupo Village People (Figura 11). fig 14.jpg Figura 11: Figuras ilustres em frente a discoteca Studio 54.

2) Nixon é eleito pela terceira vez? Nessa cena há uma televisão que apresenta uma noticia curiosa: “Nixon é eleito para o terceiro mandato” (Figura 12). Nesta realidade alternativa criada para Watchmen, Richard Nixon chegou ao terceiro mandato como presidente dos EUA. Na historia oficial há apenas dois mandatos: o primeiro terminando em 1969 e o segundo em 1974, quando sofreu impeachment devido ao escândalo e Watergate. Mas por que no universo de Watchmen Nixon teria chegado ao terceiro mandato? O ponto chave que vai desencadear uma serie de mudança na historia e que vai culminar na permanência de Nixon, é a ajuda do Super Humano Dr. Manhatan durante Guerra do Vietnã. Nesse universo alternativo não ouve retirada de tropas americanas, pois estes venceram a guerra facilmente. Inclusive mais adiante, há uma cena no filme em que os vietcongues se rendem pessoalmente de joelhos aos pés de Dr. Manhatan. fig 15.jpg Fig 12: Nixon eleito para o terceiro mandato, contradizendo a historia real dos EUA.

Tudo o que foi discutido acima é referente apenas as 5:22 primeiros minutos de filme. Já é possivel ter uma idéia da complexidade da obra do titio Alan Morre, indiscutivelmente um intelectual criando quadrinhos. E o diretor Zack Snyder não fez feio, conseguiu adaptar a obra com extrema fidelidade e qualidade em aproximadamente 2 horas e 30 minutos e, ainda segundo minha visão pessoal , atribuiu um final diferente e mais coerente que o dos quadrinhos.


Cuffman

Sou faixa preta, eu toco guitarra. Um dia eu vou pular de asa. Durmo de dia, trabalho a noite. Não sei se vou voltar pra casa.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/Cinema// //Cuffman