progressão

"Welcome back my friends to the show that never ends"

Paola Domingues

"Seja ela, a liberdade, com todas as suas formas descritas, a mais válida talvez seja a música, que ultrapassa o tempo e o espaço, as dimensões e o raciocínio, penetra e expande para onde quer que você decida estar".

IT´S A BOY MRS. WALKER, IT´S A BOY A BOY

O álbum de Ópera Rock da banda The Who, lançado em 1969, composta por Pete Townshend, Roger Daltrey, John Entwitle e Keith Moon ganha vida nos instrumentos da Orquestra Sinfônica de Londres e posteriormente nas mãos do diretor Ken Russell em um musical de sucesso lançado em 1975.


tumblr_m0e98rD8CV1qf9133o1_500.jpg Cena do filme onde Tommy, interpretado pelo vocalista da banda Roger Daltrey, encontra-se com a cigana "rainha do ácido", Tina Turner

Obra que saiu da cabeça de Townshend, guitarrista da banda e roteirista do filme. O trabalho foi dedicado ao gurú indiano Meher Baba que falecera no mesmo ano do lançamento e que afirmava ser a encarnação de um deus, conquistando milhares de fieis por todo o mundo, inclusive os integrantes do The Who, que o teve como referência em muitas outras obras.

who-air-guitar.jpg

Tommy can you hear me?

Após divulgação e sucesso do álbum Tommy de 1969, a Orquestra Sinfônica de Londres relança o espetáculo que “messianizou” o projeto interpretado por músicos da banda The Who entre outras participações famosas como Steve Winwood, Rod Stewart e Ringo Starr.

A Orquestra Sinfônica de Londres transmite toda a emoção em nova modelagem. Confira:

O espetáculo propiciado pela Orquestra de Londres, muito foi de inspiração para a elaboração dos sentimentos contidos no longa produzido por Ken Russell. A história se baseia em Tommy Walker, uma criança que perdeu o pai na 2ª Guerra Mundial e não teve a opotunidade de conhece-lo, mas o tinha como referência de vida. Após um traumático acontecimento, Tommy “perde” a visão, a audição e a fala, passando a ser uma criança inativa, sem reações. A mãe Nora, interpretada por Ann-Margret e o padrasto Frank (Oliver Reed) não se conformam com a situação de Tommy.

Abaixo uma das cenas do musical com o tema: “Christmas” do álbum da banda, com interpretação fantástica de Ann-Margret .

Tommy cresce e se depara com um mundo que aproveita de seu bloqueio físico / psicológico, ao passo que mãe e padrasto buscam a cura, a mãe procura ajuda espiritual e o padrasto firma eu "faze-lo homem". Cenas psicodélicas que agridem os olhos de tão chocantes e perturbadoras, incluindo participações especiais como Elton John, Eric Clapton, Tina Turner e Jack Nicholson que deram ao filme o status merecido com premiações do Grammy.

Participação especial de Eric Clapton - uma das cenas mais envolventes do longa

Uma das cenas mais aclamadas pelos fãs desse musical: A mãe Nora, em ato desesperador, confia nos poderes de Marilyn Monroe para encontrar a cura de seu filho. Crítica forte à própria fé religiosa, hóstias são substituídas por pílula alucinógenas e o vinho substituído por whisky. Por um bom tempo, a censura brasileira cortou essa parte da versão de Tommy.

tumblr_m6555325rx1r75ky4o1_500.jpg Tina Turner em sua magnífica participação como “Acid Queen”

Após revelar extremo dom em campeonatos de Pinball, Tommy se transforma em um grande ícone, tendo milhares de seguidores por onde passava. Foi quando encontra sua libertação, transmitindo mensagens de ideais e uma reflexão que fica impregnada na cabeça de quem assiste.

Tommy-by-Ken-Russell-560x523.jpg Uma das principais cenas do filme: o campeonato de Pinball com o participante e "rival" Elton John, onde Tommy se destaca

Libertação de Tommy ao mundo

O álbum lançado em 69 explodiu pelo mundo, levando às alturas o nome da banda The Who. O sucesso do longa coroou a atriz Ann-Margret com o Globo de Ouro e indicada ao Oscar como melhor atriz, muito merecidamente. O filme é impregnado de ideologias e reflexões. Townshend não hesitou em explorar as alterações do estado de consciência e para isso, Tommy torna-se cego, surdo e mudo, forçando personagem e expectador a uma introspecção sobre o ser humano, sua consciência e os aspectos sociais, incluindo temas como violência e abuso sexual.

“Pesado. Já assisti o filme mais de dez vezes pelas minhas contas, e, cada vez que o assisto, percebo uma nova mensagem, um ponto de vista inovador, uma reflexão ainda maior sobre os conceitos da consciência”.

A considerar trabalhos posteriores, acredito que Tommy foi um musical de fundamental influência para as ideias de um outro Opera Rock lançado após sete anos, em 1982 por Roger Waters e que ficaria também registrado como uma das maiores obras cinematográficas produzidas: o The Wall

... mas esta é uma “conversa” que será destrinchada em outra oportunidade...


Paola Domingues

"Seja ela, a liberdade, com todas as suas formas descritas, a mais válida talvez seja a música, que ultrapassa o tempo e o espaço, as dimensões e o raciocínio, penetra e expande para onde quer que você decida estar"..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// @destaque, @obvious, eros //Paola Domingues