progressividade

Remember when you were young, you shone like the sun!

Erick Freire

  • david-gilmour.jpg
    Música: o gatilho da alma

    As vezes tentamos explicar a conexão que temos com determinada música, álbum, banda ou cantor e não conseguimos perceber que trata-se de muito mais do que apenas um relacionamento físico de ouvinte. Descobrimos então que a conexão existe entre a nossa alma e a mensagem avassaladora de amor e ódio contida em cada nota, em cada frequência, em cada letra.

  • Homem
    O apocalipse essencial

    O homem caminha para o apocalipse com a mesma velocidade que se distancia de sua essência. Algo parece perturbar a eternidade e germinar a mente do homem nos últimos tempos. Nos vemos na estrada que leva à destruição do belo. Mas antes disso, vamos bater um papo sobre nossa essência.

  • Marillion - MSS - 1982 - Marillion - 1982.jpg
    Marillion, Brave e a Ponte de Severn

    Uma ponte no sul da Inglaterra, uma garota perdida que não sabe quem é ou de onde veio e congelada por sua conflituosa existência. Misture tudo isso com a mente brilhante de Steve Hogarth e o que temos é o melhor álbum conceitual de rock progressivo da década de 90.

  • steven 5.jpeg
    Steven Wilson, genial e influente

    Como se não bastasse tamanho conhecimento e inteligência musical para escrever, tocar, produzir ou experimentar, Steven Wilson ainda é amigo das pessoas certas. Um gênio influente que deixa sua marca por onde passa.

  • pompeii.jpg
    Syd Barret: o diamante louco

    Uma mente louca e brilhante foi a responsável por uma das maiores obras da história da música. Syd Barret com certeza contribuiu com sua arte como guitarrista, vocalista, compositor, produtor e pintor, mas acima de tudo, sua loucura foi o norte da bússola do Pink Floyd como conhecemos hoje. A genialidade de Gilmour, Waters, Mason e Wright foram de extrema importância para traduzir a experiência que Barret acabou vivendo de uma forma profunda demais. O diamante louco continuou brilhando, afinal.

Site Meter