pronto a despir

o blogue sobre sexo na Obvious

Leonor de Oliveira

Atualmente indecisa entre a escrita e a sexologia clínica. Psicóloga de profissão, escreve em http://prontoadespir.me/

Manifesto por um 2015 mais igual

Resoluções de uma feminista incurável


pompoarismo-01.jpg Ilustração de Filipa Pinto

Em 2015 quero celebrar a igualdade. Quero celebrar as mulheres, os seus feitos e os que ainda estão para vir. Lembrar que não foram criadas nem para cuidar nem para dar prazer. Nem para cumprir nenhum destino que não seja o seu. Ser mulher é ser pessoa e isso é ser igual a todos.

É ser livre. É poder escolher. É estar protegido. É ter direitos - todos eles. Direito ao sexo e ao prazer inclusive.

Por isso decidi que o 2015 vai ser mais igual. E não precisa sair à rua uivando desejos e direitos no megafone. Pode começar por fazer valer os seus. Com os seus. Como eu:

“És mulher, és casada, obrigada à obrigação”. Eu não: não vou lamentar nem vou cumprir uma predestinação. Não vou. Não vou fazer amor se quiser fazer sexo. E não vou fazer sexo sem querer, sem prazer, só porque tem que ser. Não vou ter medo.

De ser sensual ou de amamentar o pecado original. Não sou cuidadora, não sou pecadora, não quero mal. Mas nem casadeira nem sextoy de cabeceira. Prefiro ser primeira. Prefiro ser eu. Não é Não e Sim é sem culpa, sem vergonha, sem pudor. É sem aquela herança apodrecida de um útero inferior.

Que não é a minha. Que sou mulher, sou sexo e sou amor.

Poema publicado aqui.


Leonor de Oliveira

Atualmente indecisa entre a escrita e a sexologia clínica. Psicóloga de profissão, escreve em http://prontoadespir.me/.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 2/s/recortes// @destaque, @obvious //Leonor de Oliveira