Débora Marx

Estudante de jornalismo. Espera um dia achar-se na vida e perder-se nas palavras...

  • asas obvious.jpg
    Sobre Travessias e Coragem

    Me diga o tamanho dos seus sonhos e eu lhe digo o tamanho da sua vida.

  • obvious b.jpg
    A generosidade em "Como Eu Era Antes de Você"

    Chorei pela forma como a vida nos mostra que não controlamos nada. Chorei porque muitas vezes não podemos fazer o outro pensar da nossa forma. Chorei porque às vezes o que oferecemos não é o suficiente. Chorei pelas inúmeras vezes que o que planejamos não se realiza. Chorei porque a literatura cumpriu seu papel de transcender páginas e tocar o leitor.

  • o e.jpg
    Adaline e o paradoxo do tempo

    "Todos esses anos você viveu, mas não teve uma vida."

  • obvious.jpg
    Os clichês nordestinos no cinema nacional

    Já percebeu que pro cinema só exitem, praticamente, 3 tipos de nordestinos? Aquele “sabido” que enrola os outros, que carece de honestidade. O "engraçadinho", matuto, que faz piada das desgraças o tempo todo e o "cangaceiro" que sempre quer matar alguém com a peixeira. O mais intrigante é que consumimos essa verdade “oficializada” da região e, não questionamos até quando os filmes vão vomitar seus clichês em nós reforçando essa visão deturpada em todo o país.

  • obvious amor 4.jpg
    As dores do amor

    Cazuza dizia que prender o choro é aguar o bom do amor , concordo, nada na vida é fácil. Nada que vem sem sacrifícios vale a pena – aprendemos isso desde pequenos, não é segredo- mas será que as dificuldades , estas que fortalecem o convívio e fazem solidificar o sentimento, não estão sendo confundidas com a dor do abandono, da traição, da mentira?

  • obvious leoni.jpg
    Leoni e o talento para falar de amor

    Não é fácil falar sobre um sentimento tão nobre como o amor, mas com simplicidade, talento e um olhar atento para as relações humanas, Leoni consegue, em cada canção, desnudar as angústias e os prazeres que a paixão nos traz.

  • obvious june 4.jpg
    A mais bela carta de amor de todos os tempos

    June Carter e Johnny Cash viveram uma história de amor memorável, regada de música, parceria e paixão. A carta de Johnny ganhou o título da mais bela de todos os tempos, mas a simplicidade e a verdade que ela nos transmite transcende à qualquer nomeação.

  • obvious príncipes.jpg
    Sobre conto de fadas e suas mentiras

    Parece que esqueceram de nos contar que os príncipes não são tão bonzinhos como aparentam. Afinal, se eles fossem tão perdidamente apaixonados, por que o “boy” da Cinderela não se lembrou do rosto dela? Foi preciso toda aquela história ridícula do sapatinho... Ora, por favor, que tipo de amor é esse que nos ensinaram?

  • obvious eleanor rigby 1.jpg
    A solidão cantada em Eleanor Rigby

    Na busca desenfreada para escapar da solidão acabamos caindo nela. Em um caminho sem volta, maquiamos aquilo que tememos. Paul e Lennon não sabiam, mas cantaram em Eleanor Rigby as angústias de hoje.

  • elizabeth.jpg
    Orgulho e Preconceito: A obra que esqueceu de envelhecer

    Com uma observação atenta e categórica do real, Jane Austen, criou um obra que sobrevive ao tempo, e hoje, 200 anos após sua publicação, os personagens parecem superar os séculos, sendo tão reais e palpáveis que continuam ícones de amor e ódio.

  • olhos obvious.jpg
    AS DAMAS DE BUARQUE

    Somos todas damas de Chico. Todas damas, criadas na métrica e observadas na rima dos seus olhos. Às vezes penso que pela fresta de uma porta mal encostada, ele observa os dramas e as alegrias da nossa encenação diária, e vai milimetricamente compondo seus versos.

Site Meter