radar

novos nomes da cultura

fabiane pianowski



Sou arte-educadora e atualmente sou professora na Universidade de Barcelona. Como pesquisadora me interesso por todas as propostas artísticas que questionam o cânone, por isso escrevo uma tese doutoral sobre arte postal (mail art), que é um tema apaixonante.

Paralelamente ao trabalho de educadora também atuo como desenhadora gráfica e adoro criar, é algo que me motiva muito. Para conhecer um pouco deste trabalho visite: www.fabianepianowski.net.

Muito do que aprendi como desenhadora gráfica, especialmente em webdesign, foi de maneira autônoma com a ajuda da quantidade enorme de informação que temos disponível na rede. Viver sem Internet é hoje para mim algo impensável.

Biografia Sou uma pessoa inquieta que fiz e faço de tudo um pouco...

Além da minha formação em Artes, também sou formada em Oceanografia e por isso trabalhei em ONG, mergulhei, fui atrás de lixo da beira do mar e de tartaruga marinha e fiquei um bom tempo em uma ilha praticamente deserta. Nessa etapa da minha vida conheci os amigos que são para sempre.

Faz pouco tempo resolvi criar junto com uma amiga o blog Cachola Mágica para poder pesquisar e compartilhar informações sobre arte, educação e cultura. No momento essa atividade está me realizando sobremaneira porque compartilhar informação com muitas pessoas de qualquer lugar do mundo é uma das coisas mais bonitas que vivemos nos dias de hoje. Na minha opinião, a generosidade é algo fundamental para sermos felizes.

As colagens digitais que apresento para o Radar tem relação com o Cachola Mágica, porque é neste espaço onde posso unir meu trabalho de educadora com o de design, e me transformo em uma comunicadora preocupada tanto com qualidade como com a beleza da informação.

Vivo em Barcelona e apesar de sentir saudade dos amigos e lugares do Brasil, essa cidade roubou meu coração.

Trabalhos recentes

Veja mais informações no site do autor

bjr

There are those that look at things the way they are, and ask why? I dream of things that never were, and ask why not?.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x1
 
Site Meter