renzo mora

Cultura Pop, Pretensão e Água Benta

Renzo Mora

Renzo Mora é escritor e roteirista. Publicou os livros "Cinema Falado"; "Sinatra - O Homem e a Música"; "Fica Frio - Uma Breve História do Cool" e "Frank, Dean & Sammy: 3 Homens e Nenhum Segredo"

Duets – A edição de 20 anos

Há 20 anos Francis Albert Sinatra entrava pela última vez em um estúdio.


sinatra52.jpg

São 20 anos.

Sinatra entrava em um estúdio pela última vez. Ele estava com 77 anos e há 9 não gravava.

Pelos rigorosíssimos padrões que tinha estabelecido para si mesmo, achava que sua voz não servia mais para registros fonográficos (embora sua agenda de apresentações ao vivo estivesse lotada).

O lugar é o estúdio AB da Capitol Records de Hollywood – onde ele tinha feito os melhores álbuns de sua carreira (como se não houvesse pressão suficiente...)

O dia é 1º. de Julho de 1993.

Esta é a terceira tentativa. As duas anteriores não deram em nada. Colocaram o homem para gravar em uma cabine longe da orquestra.

Ele não gostou.

Colocaram o homem para gravar com playback.

Ele odiou.

Agora ele está perto da banda, com um microfone Vega nas mãos, perto de seu pianista Bill Miller.

Então a mágica acontece.

Francis Albert Sinatra está de volta.

Fazendo o que ninguém fez melhor que ele. Grava 8 canções em uma única sessão. Nem cantores com a metade de sua idade conseguem fazer isso.

Nas semanas seguintes, cantores de todos os tipos acrescentariam suas vozes à base pré-gravada de Sinatra. Barbra Streisand grava uma frase diferente ao final de sua participação, o que exige que um Sinatra contrariado regrave parte de sua interpretação em um gravador digital no camarim de um show que estava apresentando em Chicago (“Cause I have a Crush, My BARBRA on you”).

Phil Ramone, o produtor do disco, fica um pouco assustado quando Bono Vox grava sua participação “Espero que o Frank goste... está meio selvagem” confidencia ele para o maestro Patrick Williams.

O disco finalmente é lançado e é um sucesso absoluto.

Tanto que um segundo álbum é preparado.

Mas desta vez Sinatra nem vai ao estúdio. São aproveitados trechos de suas apresentações ao vivo.

A edição comemorativa recém-lançada decepciona um pouco.

Duets.jpg

O material inédito não é - por assim dizer - inédito.

Foram usadas as mesmas matrizes utilizadas anteriormente e acrescentadas novas (e poucas) participações.

Mas ainda assim, trata-se de Sinatra.

Não no auge da voz, mas no auge da maturidade. Um homem que viveu tudo e é capaz de plasmar sua história na estória de uma canção.

Alguns dos participantes, escolhidos no calor da hora, desapareceram.

Outros – como Tom Jobim (em sua última entrada em estúdio), Lena Horne e Barbra – são eternos.

O testamento de Sinatra está completando 20 anos.

Ouça.


Renzo Mora

Renzo Mora é escritor e roteirista. Publicou os livros "Cinema Falado"; "Sinatra - O Homem e a Música"; "Fica Frio - Uma Breve História do Cool" e "Frank, Dean & Sammy: 3 Homens e Nenhum Segredo".
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/// @destaque, @obvious //Renzo Mora