retrato da substância

ensaiando reproduzir a essência das coisas; alcançáveis ou não.

Tatiani Távora

Não se pode afirmar que sempre será dito algo novo, muito menos a verdade de forma absoluta e imutável. Garanto a aventura de transcrever percepções. Para que, cheia de alguma recém nascida obviedade, o produto disso possa ser degustado com o lance "além dos olhos e ouvidos". Sempre além.

Música - A arte de transcender indivíduos

A arte que transcende as artes. Não por estar cotada em um patamar superior, apenas por não haver quem diga (na generalização dos fatos) que não gosta de música, que não entende a música de alguma maneira, ou ainda que não capta a música em suas percepções.


little_musician_by_buzillo_large.jpg

Os indivíduos também são formados por seus gostos, e, dentre todos eles, o musical. Sempre haverá algo em determinado estilo ou gênero de música que agregue alguns indivíduos em torno dele, que os torne semelhantes, que os aglomere em uma esfera e particularidade de estilo. A música une pessoas. Um grande mérito nos dias atuais.

Assim como não há grupo de pessoas que não tenha em sua cultura alguma manifestação musical, mesmo que ela não tenha sido o início de suas expressões, ou não seja o alvo da sua arte, um lugar reservado a ela existirá. Uma cultura que não se expressa através da música, não poderá transcender em algumas questões. O humano é limitado, e na música, a limitação parece se expandir um pouco mais.

Existem esferas transcendentes na música, que nenhuma formação acadêmica poderá entregar a um ser humano. Em conjunto com ela sim, mas separar formação musical da capacidade humana da percepção das instâncias da alma não trará resultado algum. Música é percepção de algo mais, no conjunto inexplicável de melodia, harmonia e letra.

Não excepcionalmente ouvimos alguém comentar que não gosta de poesia, que não faz parte do grupo dos poetas, que os julgam seletivamente separados do restante da humanidade. Isso deixaria de ser pragmático se nos atentássemos ao fato de que a poesia também pode ser a manifestação de emoções através da escrita. Pois bem, todas as letras das músicas que uma pessoa gosta, também são poesia. Ou seja, a maioria de nós gosta sim de poesia.

Qualquer indivíduo que for questionado sobre quais são as suas percepções sobre uma determinada melodia, chegará a um ponto onde não poderá exprimir completamente, através das palavras, as sensações que aquela música lhe traz; quer seja alegria, euforia, tristeza e até dor. Aí está o ato de suplantar a explicação. A música sempre trará essa transcendência, que acontece quando você não pode mais explicar, mas continua sentindo, ilimitadamente. Algumas músicas nos transportam para lugares nunca visitados, talvez a lugares inexistentes; e o melhor é saber que essa capacidade não para nos músicos e instrumentistas, mas se concretiza na disposição interior de todos os ouvintes.

musician_by_sali255-d3jkxwv-1.jpg

"Uma música que seja como o som do vento na cordoalha dos navios, aumentando gradativamente de tom até atingir aquele em que se cria uma reta ascendente para o infinito. Uma música que comece sem começo e termine sem fim. Uma música que seja como o som do vento numa enorme harpa plantada no deserto. Uma música que seja como a nota lancinante deixada no ar por um pássaro que morre. Uma música que seja como o som dos altos ramos das grandes árvores vergastadas pelos temporais. Uma música que seja como o voo de uma gaivota numa aurora de novos sons." (A música que seja - Vinicius de Moraes)


Tatiani Távora

Não se pode afirmar que sempre será dito algo novo, muito menos a verdade de forma absoluta e imutável. Garanto a aventura de transcrever percepções. Para que, cheia de alguma recém nascida obviedade, o produto disso possa ser degustado com o lance "além dos olhos e ouvidos". Sempre além..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/música// @destaque, @obvious //Tatiani Távora