Fellipe Torres

Jornalista, repórter de literatura, mata um leão por dia na tentativa do ultra-humano.
[email protected]

  • baumna.jpg
    Adeus ao pai da modernidade líquida

    Com a partida de Zygmunt Bauman, o mundo perde um dos seus mais competentes intérpretes, capaz de analisar fenômenos sociais quase em tempo real e despejar no mercado editorial um generoso volume de obras sintonizadas com os nossos dias

  • Sapphire-007.jpg
    Onde os negros não têm vez

    Há um paradoxo na invisibilidade de escritores negros no Brasil, país formado sobretudo por afrodescendentes. A lacuna espelha tratamento dado à população enquanto autores internacionais viram best-sellers ao garantir a voz para a realidade onde vivem.

  • carmenmiranda_04_1279063328.jpg
    60 anos sem Carmen Miranda, a "Pequena Notável"

    Símbolo artístico pioneiro do Brasil no exterior, cantora saía de cena há seis décadas. Saiba como a "falsa baiana" abriu caminho para a projeção de outros artistas em terras estrangeiras

  • seg.jpg
    Brasil no front da Segunda Guerra Mundial

    Setenta anos após o cessar-fogo, participação de pracinhas tupiniquins em conflitos na Itália ainda é investigada por historiadores, escritores e cineastas

  • 20150804180032594790o.jpg
    Guardem o nome de Gilvan Lemos

    Silenciosamente, assim como viveu, escritor pernambucano morreu no dia 1º de agosto, aos 87 anos. Um homem de poucas palavras faladas, mas muitas escritas. Poucas aparições, mas muitos admiradores.

  • g11.gif
    A maldição dos 20 e poucos anos

    Cerca de 80% dos fatos mais significantes da vida ocorrem até os 35 anos (depois disso, prosseguimos ou corrigimos nossas escolhas). São experiências cuja importância não está bem clara enquanto acontecem, mas, acreditem, elas definem nosso futuro.

  • hindsight-rear-view-future-past-road-mirror.jpg
    Mamãe mandou eu escolher esse daqui

    A cada decisão tomada, surgem inevitáveis frustrações. Voltar atrás, às vezes, é absolutamente necessário, a despeito dos constrangimentos.

  • mario.gif
    Mário de Andrade, carnaval e cocaína

    Nos 70 anos da morte do poeta, a lembrança dos festejos de Momo no Recife, regados a éter, cocaína, frevo e maracatu

  • polaroidr.jpg
    O legado oculto da Polaroid

    Fundador da empresa de câmeras fotográficas, Edwin Land dedicou a carreira a proteger invenções de grandes empresas

  • Screen-Shot-2014-07-08-at-8.44.11-AM.png
    Girlhood: lições sobre ser menina

    Um dos trunfos do filme Boyhood é nos mostrar como garotas são desencorajadas a se colocarem em primeiro plano. Um garoto pode sonhar, mas uma menina... não muito.

  • Raimundo-Carrero_Cia-de-Foto_encontros_de_interrogacaodddddhghngbdede.jpg
    Raimundo Carrero e a idiotice da morte

    Quatro anos após sofrer acidente vascular cerebral, escritor se transforma em personagem para fazer "catarse da própria alma"

  • SFFREI CANECA.jpg
    A sobrevivência de Frei Caneca

    Fuzilado há mais de 190 anos, contra as paredes do Forte das Cinco Pontas, no Recife, o revolucionário pernambucano ocupa espaço tímido na história oficial, à sombra da figura de Tiradentes

  • 987.jpg
    15 mandamentos da criação

    Mentor de artistas plásticos renomados e referência em processo criativo no Brasil, Charles Watson aponta caminho necessário para fazer a diferença na arte (e em qualquer área de atuação)

  • 8426162561_682d2cf179_z.jpg
    Montaigne e o tempo desperdiçado

    Escritor e filósofo do século 16 foi um mestre dos assuntos realmente pequenos (e, por isso mesmo, muito grandes). Analisou a ociosidade, as cócegas, a bebedeira, o sono, o sexo, a flatulência.

  • revista-manchete-antiga-carnaval-mulheres-anos-70-15468-MLB20101830876_052014-F.jpg
    Um brinde à tolice ocasional

    Todo bom pecador precisa extravasar de vez em quando. No cristianismo medieval, uma vez por ano os membros do clero se entregavam à bebedeira, à zombaria de signos religiosos, na festum fatuorum, a Festa dos Loucos.