sem meias

É o infinito que leva, e o tom que encaminha...

Marcelo de Callis

Sem meias nos pés e sem meias palavras, sempre ultrapassando o habitual!

Nineteeneighties-Por Grant Lee Phillips

Lançado em 2006 pelo cantor,compositor e multi-instrumentista Grant Lee Phillips, o álbum nineteeneighties é uma viagem ao passado não muito remoto. O versátil cantor compilou versões acústicas para sucessos dos anos oitenta de bandas como Smiths, Pixes, Echo and the bunny man entre outras. Defitivamente imperdível.


Grant-Lee_Phillips_-_Nineteeneighties.jpg

É fato que a música surpreende, ainda mais quando se pode achar de vez em quando talentos fantásticos, foi assim no meu caso com Grant Lee Phillips. O cantor fez sucesso nos anos noventa com a Banda Grant Lee Buffalo lançando três álbuns. A partir do ano 2000 seguiu em carreira solo, muito respeitada nos Estados Unidos.

GrantLeePhilips01.jpg

Ao encontrar sem querer o álbum nineteeneighties que por si só já é uma obra fantástica, fui atrás do resto de seu trabalho, e o que digo, vale a pena conferir. Mas o enfoque deste post fica por conta de nineteeneighties, o trabalho conta com versões intimistas dos clássicos do rock lado B dos anos oitenta. Um dos destaques fica para sua versão de "boys don´t cry" do The Cure.

É de se notar suas versões para as clássicas "I often dream of trais" de Robyn Hitchcock, "Age of Consant" da banda New order e "Under the milk way" da banda The Church.

Estes são apenas algumas das músicas presentes neste álbum, notou a falta de alguma? o tracklist completo segue abaixo:

1-Wave of Mutilation" (Pixies) – 3:36 2-Age of Consent" (New Order) – 3:34 3-The Eternal" (Joy Division) – 5:15 4-I Often Dream of Trains" (Robyn Hitchcock) – 3:20 5-The Killing Moon" (Echo & the Bunnymen) – 4:14 6-Love My Way" (The Psychedelic Furs) – 4:33 7-Under the Milky Way" (The Church) – 4:29 8-City of Refuge" (Nick Cave) – 3:36 9-So. Central Rain" (R.E.M.) – 3:24 10-Boys Don't Cry" (The Cure) – 3:46 11-Last Night I Dreamt That Somebody Loved Me" (The Smiths) – 4:07

grantlee.KenScott_04.jpg

Para quem viveu os anos oitenta e também para quem não viveu, é imprescindível ouvir nineteeneighties. Grant Lee Phillips conseguiu dar seu toque acústico as canções sem que elas perdessem a identidade e principalmente a essência. Visite suas lembranças oitentistas ao som deste álbum, e se você não possue lembranças daquela época, crie, intevente-as.


Marcelo de Callis

Sem meias nos pés e sem meias palavras, sempre ultrapassando o habitual! .
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/// @destaque, @obvious //Marcelo de Callis