sem meias

É o infinito que leva, e o tom que encaminha...

Marcelo de Callis

Sem meias nos pés e sem meias palavras, sempre ultrapassando o habitual!

Enquanto eu esperava o Superman

Em 1999, a banda americana The Flaming Lips presenteou o universo musical com o espacial disco The Soft Bulletin. A teórica do disco é uma viagem por melodias bem construídas com a combinação pontual de sintetizadores, guitarras e sobretudo belas letras.


Flaming-Lips-Waitin-For-A-Supe-153611.jpg

Tendo início em 1983, a banda liderada por Wayne Coyne experimentou vários estilos musicais durante sua trajetória. Sempre encabeçados com o típico ar psicodélico, alcançaram o topo com o presente trabalho "The Soft Bulletin", considerado por muitos como um grito underground no meio musical. A faixa "Race for the prize" inaugura o disco e mostra com claridade o conceito que representaria o álbum todo:

Um dos pontos mais altos do álbum é a intitulada "Waiting for a Superman". A canção possui musicalidade de alta qualidade, além de uma mensagem pontual que mostra de um jeito inteligentíssimo que as dificuldades presentes no cotidiano devem ser superadas, pois na vida real é fácil sentar à espera de um "Super Homem", que apareça e acabe com todas nossas tormentas. Sem dúvida uma mensagem positiva:

"Felling yourself desintegrate" é umas das mais belas músicas do disco, uma balada bem trabalhada com tudo que o álbum proporciona, sintetizadores, baterias eletrônicas e altos arranjos de guitarra. A força do tema é impressionante:

Posso dizer que estas três canções são tão somente um aperitivo. Quem tiver curiosidade deve buscar ouvir o álbum em sua totalidade. The Soft Bulletin proporciona sem dúvida uma viagem experimental única.

flaming-lips.jpg

"It's a good time for Superman, To lift the sun into the sky" -The Flaming Lips - Waiting for a Superman from The Soft Bulletin.


Marcelo de Callis

Sem meias nos pés e sem meias palavras, sempre ultrapassando o habitual! .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/musica// @destaque, @obvious //Marcelo de Callis