sem receita

Soluções espontâneas e esporádicas para o tédio da alma.

Camilo Alves Nascimento

Escritor por natureza, mesmo sem saber sobre o que escreve. Mineiro que gosta de rock, apaixonado pela beleza urbana e por todas as suas sutilezas. Insone, ex-fumante, que busca incessantemente entender a mediocridade humana, inclusive a sua. E acredita cegamente que um bom café pode salvar vidas.

Graphic Novel: Local

Local é mais do que uma história, é um relato de vida, meu e seu, personificado na protagonista Megan McKeenan. Mesmo que ambientada em várias cidades dos Estados Unidos, é simplesmente fantástico como os elementos trabalhados nessa belíssima obra conseguem ser tão familiares aos seus leitores. A premissa básica de Local é simples, mas não menos fantástica: todos tem um lugar que chamam de lar, que acaba definindo quem você é, ou vai ser...


localcapa.jpg

"Todos têm um lugar que chamam de lar, tendo crescido lá ou não. E esse lugar pode muito bem acabar definindo uma boa parte do que você é ou vai se tornar"

É a partir dessa ideia que, Ryan Kelly (Arte), junto com Brian Wood( Roteiro), criaram essa Graphic novel. Na qual cada capítulo nos leva a uma diferente cidade dos Estados Unidos e Canadá.

Dividida em pequenas histórias, eles nos levam pra a vida de Megan McKeenan, personagem que é o elo de ligação entre as histórias.

Tudo começa quando ela tem 16 anos e precisa tomar uma decisão difícil, cansada de tudo, e de todos, ela entra em um trem e foge. A partir daí, cada história retratará um ano na vida de Megan em uma cidade específica, na qual ela acaba morando por um tempo .

Em algumas histórias ela é a protagonista, em outras ela é mera coadjuvante. Em Local acompanhamos Megan em suas aventuras, romances e crises, desde sua adolescência até seu retorno pra casa, já adulta.

Escrita de forma brilhante, e com ilustrações geniais em preto e branco, Local consegue transmitir algo familiar a todos. É uma série que fala de medos, escolhas e amadurecimento. A grande sacada é que Ryan e Brian fazem isso sem soarem moralistas ou enfadonhos.

Com claras referências de filmes cults e um universo sóbrio e realista, eles conseguem retratar os relacionamentos, os dramas, as drogas, a amizade, as frustrações, a família e o medo do passado e do futuro.

local-2008-09-de-brian-wood-e-ryan-kelly-hq-2.jpg

O universo rock´n´n roll não poderia ficar de fora. Existindo um capítulo destinado a uma banda fictícia, que acaba sendo muito realista.

Outro ponto de destaque é que, no final de cada capítulo existem comentários dos criadores e, adivinhem?

Uma lista, de cada um, das músicas e bandas que eles escutaram durante a produção do capítulo, servindo de referência para uma trilha sonora. É um toque a mais, que faz essa graphic novel, ser uma das minhas favoritas.

No Brasil, as histórias saíram reunidas em dois livros, pela Devir.

Saiba mais sobre Brian Wood aqui.

Saiba mais sobre Ryan Kelly aqui, e este é seu e-mail : [email protected] (Ele responde, eu troco ideia com ele de vez em quando.)

Blog do Ryan : Funrama.

Algumas ilustrações de Local:

Megan.CocoRoco.1.jpg

Local_03_20.jpg

preview_01_002.jpg

preview_02_002.jpg

 


Camilo Alves Nascimento

Escritor por natureza, mesmo sem saber sobre o que escreve. Mineiro que gosta de rock, apaixonado pela beleza urbana e por todas as suas sutilezas. Insone, ex-fumante, que busca incessantemente entender a mediocridade humana, inclusive a sua. E acredita cegamente que um bom café pode salvar vidas..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/artes e ideias// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Camilo Alves Nascimento