serendipidade

Alimentar a mente é prepará-la para o acaso. O feliz acaso.

Lisa Zigue

É da opinião de que nem tudo está perdido... É necessário um olhar para lá da linha do horizonte e passar as mensagens certas.

missão: proteger a arte

O museu Hermitage, um dos maiores do mundo, conta com o apoio de uns funcionários curiosos, que dão um tremendo contributo não só para o bem-estar das peças de arte, mas também para o dos visitantes e colegas.


O Museu Hermitage, situado em S. Petersburgo na Rússia, é um dos maiores museus do mundo, não só pela sua vasta colecção de milhões de obras de arte, que cobrem todas as épocas, estilos e culturas, mas também pelos seus dez prédios situados ao longo do rio Neva, sete dos quais, autênticos monumentos artísticos e históricos de elevada importância. Mas há mais...

hermiatgeok.jpg

Todo este esplendor alberga uma curiosidade muito peculiar sobre uns certos funcionários do museu.

cats.jpg

Consta que em 1774, a Czarina Elizabeth preocupada com os danos causados pelos ratos no Palácio, decidiu encomendar gatos para que estes controlassem essas pragas. Vieram então da cidade do Kazan valiosos especímenes considerados excelentes caçadores. Foi o início, pois ao longo de todos estes anos, a sua presença tornou-se permanente.

Houve apenas uma excepção de 3 anos, altura do cerco de Leninegrado (1941 – 1944) na II Guerra Mundial, em que muitos gatos começaram a desaparecer para servirem de refeição à carenciada e esfomeada população humana. Foram novamente trazidos após o final do cerco.

hermitage cats.jpg

Vivem nos jardins e nos labirínticos corredores subterrâneos do museu, têm direito a ficha de registo, fotografia e uma equipa de pessoas que trata deles. Têm as suas refeições, cuidados especiais e assistência veterinária. São cerca de 70 gatos, que se mantêm fiéis à sua função oficial de caçadores.

hermitage catss.jpg

As galerias, onde estão obras preciosas de Raphael, Monet e Renoir, estão fora dos limites dos gatos, consequentemente, também não são vistas pela maior parte dos visitantes. Mas tirando isso, os gatos podem andar por todo o lado.

hermitage catsss.jpg

Incluído no programa que foi criado para gerir e cuidar dos gatos Hermitage, há também a possibilidade de se poder adoptar um gato de lá, que será entregue com um certificado Hermitage, juntando uma dose de reconhecimento e valor, que normalmente um gato de rua não teria. Controlando assim, também o número de gatos do espaço.

Pelo amor, pela necessidade e pela tradição, os gatos instalaram-se para ficar e maravilhar.


Lisa Zigue

É da opinião de que nem tudo está perdido... É necessário um olhar para lá da linha do horizonte e passar as mensagens certas..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/artes e ideias// @destaque, @obvious //Lisa Zigue