sob o boné.

do mundo em preto-e-branco e outras melancolias

Raphael Cardoso

Raphael mora em Nova Friburgo/RJ, onde formou-se em Letras. Tem na nostalgia dos dias cinzentos e no senso de solidão da cidade grande a inspiração para seus textos, relatos melancólicos da vida em preto-e-branco.

A poesia da chuva

O fotógrafo francês Christophe Jacrot captura a melancolia dos dias chuvosos com precisão, associando o frio à solidão com nostálgica beleza.


32_cj2010newyork075smal.jpg Larmes

"Na minha opinião, há duas formas de capturar o mundo para um fotógrafo: de um lado, compreendendo seu horror, de outro, sublimando-o. Eu escolhi a segunda forma. Mais especificamente, eu gosto do jeito com que a chuva, a neve, e o 'tempo ruim' acordam um fictício sentimento romântico dentro de mim." - Christophe Jacrot

jkbhhhjm.jpg Matin noir

3.jpg Les oiseaux

Pelas próprias palavras de Christophe Jacrot, percebe-se a motivação maior de suas fotografias, retratos de dias cinzas, de janelas embaçadas, ruas molhadas, neblina e neve.

6.jpg Talons à l'eau

5.jpg Vagues (Corée)

4.jpg Mes deux copines

Contrastando com o cinza lívido do mau tempo, guarda-chuvas coloridos e casacos rubros, numa representação do senso urbano de solidão que a chuva aguça.

12.jpg Le printemps

9.jpg Le petit chaperon rouge

As pessoas, em suas fotos, acabam sendo coadjuvantes; o que interessa, realmente, é o sentimento propiciado pela chuva torrencial.

10.jpg Homme sous abri

Em seus ensaios, a diversidade de locações vai de Paris a Tóquio e Hong-Kong, mostrando que a melancolia dos dias frios é universal.

11.jpg Graines d'eau (Paris)

7.jpg Les trois mousquetaires (Hong-Kong)

8.jpg Piéton rayé (Tóquio)

No ensaio "The sound of rain" - o som da chuva -, Jacrot mostra habilidade de apurar nossos sentidos: a partir de imagens, é possível sentirmos o cheiro da terra molhada, da natureza regozijada, e do som da chuva batendo no telhado.

13.jpg L'écolière (Inde)

No fim, contudo, resta a mensagem otimista de que a tempestade passa e, ora ou outra, o sol volta a brilhar.

14.jpg Piaf

Mais Christophe Jacrot em seu site oficial: http://christophejacrot.com/


Raphael Cardoso

Raphael mora em Nova Friburgo/RJ, onde formou-se em Letras. Tem na nostalgia dos dias cinzentos e no senso de solidão da cidade grande a inspiração para seus textos, relatos melancólicos da vida em preto-e-branco..
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 5/s/fotografia// //Raphael Cardoso
Site Meter