sob o boné.

do mundo em preto-e-branco e outras melancolias

Raphael Cardoso

Raphael mora em Nova Friburgo/RJ, onde formou-se em Letras. Tem na nostalgia dos dias cinzentos e no senso de solidão da cidade grande a inspiração para seus textos, relatos melancólicos da vida em preto-e-branco.

Além das Palavras

Grandes autores e personalidades são recriados a partir de suas próprias palavras no meticuloso trabalho de John Sokol.


jamesjoyceasulysses.jpg.w560h793.jpg James Joyce as "Ulysses", 25 x 20"

Da obra do pintor, escultor e poeta americano John Sokol, destacam-se os belos retratos de autores consagrados feitos com as próprias palavras de suas obras. Eleva, assim, a ideia de que somos formados pelos nossos discursos e ideias, representando graficamente as feições dos artistas com seus próprios versos. Acima, o autor irlandês James Joyce tem seu semblante taciturno reconstruído com as palavras do primoroso e controverso romance "Ulisses" - um dos mais importantes do século XX.

O também irlandês Samuel Beckett tem seu retrato meticulosamente formado pelas palavras de "Esperando Godot", drama caracterizado como teatro do absurdo. Na peça de 1952, dois amigos encontram-se numa estrada, aparentemente sem motivo e para esperar Godot - que, em momento algum, tem sua identidade explicitada.

samuelbeckettaswaitingforgodot edit.jpg Samuel Beckett as "Waiting for Godot", 25 x 20"

Já o poeta naturalista Walt Whitman tem em seu principal livro de poemas, "Folhas de Relva" ("Leaves of Grass", no orginal) o substrato para seu retrato. "Folhas de Relva" eleva Whitman ao posto de pai da poesia americana moderna e, dentre seus temas, prezava pela ideia de que todos somos um só, como fica resolutamente expresso na primeira estrofe de "Song for Myself" ("Canção de Mim Mesmo"), um dos 32 poemas integrantes desse livro:

"Eu celebro o eu, num canto de mim mesmo, E aquilo que eu presumir também presumirás, Pois cada átomo que há em mim igualmente habita em ti."

waltwhitmanasleavesofgrass.jpg Walt Whitman as "Leaves of Grass", two-color-silkscreen, 30 x 22"

Tão emblemático quanto os grandes autores, Barack Obama foi o último a ganhar um retrato constituído de suas palavras, retiradas do discurso "A More Perfect Union", de 2008, época na qual o atual presidente era ainda um Senador americano. Diante da disputa presidencial acirrada que os Estados Unidos vivem, John Sokol mostra, assim, apoio ao candidato democrata.

O discurso de Obama começa com uma citação à Constituição Americana: "We the people, in order to form a more perfect union."

obamasilkscreenprint.jpg.w560h879.jpg Barack Obama as "A More Perfect Union", silkscreen on 80lb. Stonehenge, 22 x 14"

No site oficial de John Sokol, você pode conferir os retratos de outras figuras importantes das Letras, como Faulkner, Bauldelaire, Jorge Luis Borges e Dante.


Raphael Cardoso

Raphael mora em Nova Friburgo/RJ, onde formou-se em Letras. Tem na nostalgia dos dias cinzentos e no senso de solidão da cidade grande a inspiração para seus textos, relatos melancólicos da vida em preto-e-branco..
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/arte// @destaque, @obvious //Raphael Cardoso