sobre linhas entre espaços

Sobre o que vejo, mas não entendo. Sobre o que entendo, mas não vejo.

Bruna Vieira de Assis

Arquiteta e Urbanista, apaixonada por fotografia e artes plásticas. Que vive de observar os detalhes que quase ninguém vê e os escreve para não esquecer.

A árvore de Esperança - "Hope Tree"

Pra ter e questionar a Esperança: A Árvore de Esperança, "Hope Tree": Uma instalação de 670 folhas de papel retroiluminadas, uma criação do 24° Studio.


543806_531045703580279_53264615_n.jpg

Meu desejo é Esperança! Este projeto conceitual é tocante não apenas por sua concepção estrutural, mas por seu significado, por expressar um sentimento, um anseio, uma busca tão pessoal e ao mesmo tempo tão compartilhada. A busca por Esperança, dentro do conceito de mundo realmente melhor.

Hope Tree (Árvore de Esperança) é uma instalação conceitual exibida na Semana do Design de Tóquio. Este projeto foi um dos ganhadores do Concurso de Design e Arte Ambiente Contêiner, patrocinado pela Design Association NPO, no Japão e Dezeen, no Reino Unido.

A árvore de esperança (hope tree) foi concebida como um questionamento ao entorno como conhecemos e a esperança de gerar um debate entre os visitantes sobre o lugar de nossa vida cotidiana, nosso meio ambiente.

429117_531045316913651_1741823149_n.jpg

Conceito:

"Elegeu-se uma árvore como um ponto de partida, já que é algo identificável universalmente. Por muitos anos, a árvore tem sido a forma mais primitiva de refúgio, jardim, e o mais importante, uma companhia. Com a inovação e intervenção humana, as árvores contribuem para a nossa vida de inúmeras formas, desde uma folha de papel, até uma construção complexa. Cada fruta, flor e folha de uma árvore, simbolizam mudança e esperança para o amanhã. No entanto, mesmo uma árvore forte é frágil Se não tratada adequadamente, pode simplesmente se acabar. A instalação Hope Tree convida os espectadores a experimentar o seu novo ambiente através de uma única árvore e um espaço que ela conforma." 24° Studio

406134_531045696913613_2042259119_n.jpg

1350432185_1347383072_07-530x372.png

Processo de Iluminação

A instalação deveria estar situada no interior de um contêiner de 20 pés (6 metros). A construção de um espaço toroidal, foi feita neste espaço. Esta abordagem fornece uma oportunidade para enfatizar um espaço vazio, com a aplicação de uma representação de uma árvore no centro do espaço. A superfície toroidal é composta por uma estrutura autoportante de 670 folhas de papel de aquarela. Para além da espessura do papel aquarela, a rigidez de cada folha é reforçada com bordas de papelão para criar uma forma de caixa. A simetria da forma toroidal permite minimizar a variação tipológica de cada folha caixa e facilitar o processo de fabricação.

1350432238_1347383077_10.jpg

1350432112_1347383063_03-530x372.png

Os cortes em forma de folha foram calculados e deformados de acordo com a geometria dos painéis. Deste modo as aberturas foram apoiadas com papel vegetal, que atura como uma superfície difusora para as lâmpadas LED situadas por trás dos painéis. A aplicação de iluminação LED permite a cobertura de todo o espaço com um uso mínimo de watts, já que a instalação não poderia exceder 1 KWT. As características do papel de aquarela proporcionam uma resposta dinâmica ao fator ambiental de dentro e fora do espaço. A umidade e a condensação criadas dentro do contêiner, com as mudanças das condições atmosféricas durante a exposição, permitem a mudança do recorte da folha, deformando e expondo mais ou menos a luz difusa. Sendo que o resultado final é incrível e completamente conceitual!

1350432074_1347383056_01.jpg

Ficha técnica

Arquitetos:24° Studio (Fumio Hirakawa + Marina Topunova) Ano: 2010 Área construída: 20 m² Tipo de projeto:Instalação Operação projetual: Instalação Status:Construído Equipe de Projeto: Taro Fukunaga, Gregory Kay, Yo Konishi, Kumiko Ouchi, Akira Taguchi, Atsushi Takahashi

Cliente: Design Association NPO (Japão) + Dezeen (Reino Unido) Fonte: www.archdaily.com.br


Bruna Vieira de Assis

Arquiteta e Urbanista, apaixonada por fotografia e artes plásticas. Que vive de observar os detalhes que quase ninguém vê e os escreve para não esquecer..
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/arquitetura// @obvious, @obvioushp //Bruna Vieira de Assis