sobre linhas entre espaços

Sobre o que vejo, mas não entendo. Sobre o que entendo, mas não vejo.

Bruna Vieira de Assis

Arquiteta e Urbanista, apaixonada por fotografia e artes plásticas. Que vive de observar os detalhes que quase ninguém vê e os escreve para não esquecer.

60 mil hastes de acrílico e 250 mil sementes formam uma Catedral

Para instigar a curiosidade e encher os olhos. A arquitetura de sementes do Heatherwick Studio (Reino Unido) para a World Expo em Xangai, China. Conheça este criativo e curioso projeto, "Seed Cathedral".


catedral-de-sementes-2.jpg

O mais incrível da arquitetura, além de suas formas, conceitos e praticidade, é a maneira quase surreal que ela consegue nos encher os olhos e instigar nossa curiosidade. Neste projeto, o escritório O Heatherwick Studio, no Reino Unido, não poupou esforço para surpreender o mundo ao criarem o pavilhão "Catedral de Sementes" para a World Expo que acontecia em Xangai, na China.

A construção mede 15 metros de altura e 10 metros de largura, e teve como inspiração o popular brinquedo Play-Doh, onde os cabelos são constituídos por cordões de massa de modelar.

Em toda a superfície da Seed Cathedral, constitui-se 60 mil hastes idênticas de acrílico transparentes, com 7,5 metros de comprimento cada uma. Do lado de dentro, os bastões formavam ondulações curvilíneas e na ponta de cada um havia uma semente. No total foram 250 mil sementes vindas de diversas partes do mundo.

1272908045-ukpavilionsh0058-ps7-665x1000.jpg

britishpavilion_12-1024x768.jpg corte do pavilhão que tem 20m de altura

ukpavilion3.jpg

catedral-de-sementes-5.jpg

ukpavilion02.jpg

shanghai_expo_pavilion-4-600x398.jpg

2czsyeg.jpg

catedral-de-sementes-4.jpg

A iluminação natural foi a fonte principal durante o dia, onde a luz entrava ao longo das hastes e acendia as extremidades das sementes. Durante a noite, uma fonte de luz foi projetada de dentro de cada vara iluminando as pontas de dentro da estrutura, com isso iluminando seu interior e exterior, deixando a superfície do pavilhão com pequenos pontos de luz que se movimentavam de acordo com a brisa noturna. Outra peculiaridade do projeto foi o posicionamento de suas hastes que, de todos os lados, formavam a Union Jack (bandeira do Reino Unido).

ukpavilionexpo0026-50805.jpg

World Expo que aconteceu no ano de 2010 em Xangai, na China, o primeiro lugar ficou com o Reino Unido, por sua Catedral de Sementes. Estima-se que mais de oito milhões de pessoas visitaram o pavilhão nos seis meses em que ele ficou exposto.

Fonte: www.heatherwick.com


Bruna Vieira de Assis

Arquiteta e Urbanista, apaixonada por fotografia e artes plásticas. Que vive de observar os detalhes que quase ninguém vê e os escreve para não esquecer..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/arquitetura// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Bruna Vieira de Assis