Priscilla Scurupa

Priscilla Scurupa é uma leonina de ego ameno (sério), jornalista e adepta da boemia, principalmente se tiver samba e bons amigos. No mais, tem muito sono e a vontade imensa de viajar o mundo.

Reduzidos a pó

Já consumimos músicas, livros e filmes no formato digital. E muito em breve, outros produtos também serão dissociados de suas formas físicas. Mas como será esse comércio? O que oferecer ao consumidor tão acostumado com o materialismo dos produtos que adquire?


111050_rayban.jpg

A era digital está chegando ao fim. O mesmo acontece com as diferenciações entre real e virtual. Tudo o que fazemos hoje é influenciado pela tecnologia e, assim como o ar e a água, ela só é percebida quando falta.

Caminhamos agora para a chamada era pós-digital, o momento em que o digital deixa de existir somente nas telas e passa a integrar todos os aspectos de nosso dia-a-dia. Mas de que forma será essa integração?

Dstruct_wall_horizontal.jpg

Restringindo os questionamentos ao campo do design, o artista holandês Lucas Maassen e o estúdio Raw Color decidiram investigar uma maneira de integrar produtos físicos ao ambiente digital e oferecê-los aos consumidores. Foi então que chegaram ao projeto D/Struct.

O processo se deu pela coleta de 60 objetos de uso diário que, depois de escaneados por meio de tecnologia 3D, foram reduzidos por um liquidificador a sua forma física essencial: o pó. Colocaram então os restos em saquinhos plásticos e ali estava um novo produto.

111067mac_mouse.jpg

111041_jeudeboules.jpg

Os saquinhos poderiam ser comprados no site www.d-struct.nl e, ao adquiri-los, o consumidor recebia também um QR Code. Quando lido, o código gerava uma imagem virtual do produto original. Se usada em uma impressora 3D, essa imagem poderia se tornar um objeto real, com alterações de tamanho, cor ou forma que o consumidor desejasse.

0000.jpg

111011small.jpg

piggybank wf.jpg

Quem sabe em um futuro próximo? Uma forma de consumo original e totalmente digital.


Priscilla Scurupa

Priscilla Scurupa é uma leonina de ego ameno (sério), jornalista e adepta da boemia, principalmente se tiver samba e bons amigos. No mais, tem muito sono e a vontade imensa de viajar o mundo..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/// @destaque, @obvious //Priscilla Scurupa