sup3rtr4mp

O nono termo da Sucessão de Fibonacci.

Edmar Borges

Jornalista sem tcc, designer sem graduação, ilustrador sem curso. Um latino-americano sem dinheiro no banco, sem parentes importantes & vindo do interior de Minas.

Quantos anos sua alma tem?

Desde aquele tempo de bater os sinos e descer correndo as escadas para o mestre não zangar você diz que sou jovem demais. Passei anos acreditando que um dia você me emanciparia com orgulho, mas nunca conheci seus verdadeiros amigos nem o apogeu. Irmão, escrevi hoje um ensaio sobre a sua e a minha idade.


monk-555391_1280.jpg

Você me diz que é mais velho que eu.

Tudo bem. Eu concordo que você viveu muitos anos a mais. Mas me diz: quantos anos sua alma tem?

Sua alma costumava ter quinze anos. Outro dia teve sessenta, depois duzentos e vinte e cinco. Mas mestre apareceu no meio da fumaça da mirra e falou: isso é coisa do ser humano, é analogia que alma não obedece porque ela é primitiva e selvagem. Você mesmo concordou – “essencial e transcendente. Portanto não é regida por leis humanas”. Pois ouça bem: uma alma carrega experiências, e experiências não podem ser medidas, empacotadas num espaço temporal e transformadas em padrão. Você mede sua idade pelo tempo, mas como medir a idade do Atman? Ele não é regido pelo tempo, você não pode me dizer que você tem “tantas” experiências por dia, porque você pode ter tido uma única e um milhão em apenas um minuto. Vai se lembrar de cada dia da sua vida e fazer uma daquelas suas contagens exorbitantes?

Não vai.

E eu não vejo problema nenhum nisso. O engano é pedir esse padrão que a alma desconhece, nessa ordem intransigente e sem exceção. Mas existem exceções, percebe? Existem pessoas de sessenta anos que não são capazes de me ajudar e existem pessoas de quinze que provocam diásporas. Então, a idade desses seus todos anos de vida não é nada, ela não tem valor a não ser que os seus anos tenham te proporcionado sabedoria e evolução. Você sabe do que estou falando. Do contrário, a idade da sua alma é muito pequena. E você não é mais velho que eu. Você viu mais coisas. Lama disse isso. Mas a vida não se trata do que vemos – “se trata de como vemos”. E se você não fez nada, sua alma não tem nada de idade e nada para me dizer agora. Às vezes, o não-fazer também é uma escolha e uma saída; escolher não agir, em alguns casos, é mesmo crescer. Mas quando não é, se você não faz, não acrescenta. Já te disse isso antes. E você não merece ser considerado mais sábio ou velho que outra pessoa.

E eu juro que não existe nenhum problema nisso (muito embora tenhamos sido avisados sobre os riscos das juras).

Hoje acordei com 21 anos. Aquela senhora de oitenta se prostrou feito bebê por aqui ontem (eu tinha 21 ontem também). A criança que busca água me driblou hoje cedo e eu entrei envergonhado. Como você pode saber se é ou não mais velho que eu? Venha conversar com esse menino. E vamos nos sentar e passar o resto de nossas vidas colocando sobre a mesa tudo o que vivemos para podermos medir. Ainda assim não será o bastante. Aceite: é impossível para nós, humanos, medir a idade da alma. Essa pergunta (quantos anos sua alma tem) jamais terá resposta para nós. Então, repito: não é aconselhável que você diga que é mais velho que eu.

Nem você nem eu sabemos se isso ainda é verdade.


Edmar Borges

Jornalista sem tcc, designer sem graduação, ilustrador sem curso. Um latino-americano sem dinheiro no banco, sem parentes importantes & vindo do interior de Minas..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @destaque, @obvious //Edmar Borges