supernova

No olho do furacão, 360º a toda velocidade.

Alessandra Oliveira

É formada em publicidade, tem opiniões sobre tudo, mas não sabe andar de bicicleta.
Dizem que tem uma supernova nos olhos e mais de 47 vidas.
Ótimos desenhos e fotos no instagram http://instagram.com/newsupernova #followme

Mulheres de Hollanda

Futebol no coração e muitas mulheres.
Conheça algumas reinventadas Mulheres de Hollanda, um pouco mais do universo feminino desde o regaço materno ao covil.



Os geminianos são pessoas sensíveis, românticas, distraídas, talvez um pouco dramáticas...

filhas-chico.jpg Chico Buarque, Marieta e suas três filhas: Silvia, Helena e Luisa.

Falando assim, parece que descrevo o gênero feminino em geral, mas há um homem nascido sob o signo de câncer, em 19 de Junho de 1944, que tem o dom de transcrever a personalidade feminina em suas composições: Chico Buarque de Hollanda, um dos maiores nomes da MPB.

Uma anti-heroína de Folhetim, uma prostituta Benvinda, a singela Morena de Angola e declarações de Eu te amo e Tanto amar para amores avassaladores... suas mulheres são tão versáteis quanto o próprio compositor que vai do papel feminino ao do amante apaixonado.

Talvez as percepções do universo feminino tenham nascido da convivência com um harém de três filhas, ou um pouco mais cedo com suas três irmãs mais novas, com quem cantava operetas compostas por ele. O fato é que as mulheres viraram a marca registrada de suas composições que retratam os dramas e artimanhas do universo feminino. Desde as fantásticas personagens míticas como Beatriz (musa de Dante na Divina Comédia) ou personagens reais como Angélica (a estilista Zuzu Angel), Chico recria os encantamento e doçuras feminis.

Com seu apurado senso político, ele compôs o tocante apelo de Angélica em homenagem à luta desesperada de Zuzu Angel. Uma famosa estilista que acabou morta num misterioso acidente quanto buscava desvendar o desaparecimento de seu filho Stuart Edgard Angel Jones, preso político da década de 70.

A música como crítica a ditadura, não é uma novidade no repertório de Chico. Sua criatividade para driblar a censura também passou pelo universo feminino com Geni e o Zepelim, a musa rejeitada pelo país, mas que tinha lá sua serventia. Essa foi uma forma velada de atingir o General Nilton Cruz, também chamado como 'Nosso Mussolini' por Figueiredo.

Em obras como Pedaço de mim e Meu Guri Chico encarna o sentimento maternal, talvez melhor que muitas mães tenham na realidade da vida onde vemos constantemente o abando das crianças. A primeira retrata profundamente a dor da morte do filho, e na segunda a personagem age de forma um pouco alienada em relação ao caráter do filho e a sua perda. Mas a intenção de passar o apego à maternidade e o afeto incondicional das mães é semelhante.

Chico Buarque parece até mesmo uma espécie de Adão tirando suas musas de suas costelas, ouvidos e dedos, tornando as personagens tão reais, que às vezes penso até cruzar com algumas pelas ruas.

Mais do que se inspirar nas mulheres, Chico Buarque de Hollanda foi inspiração para várias cantoras que interpretaram suas músicas. Provavelmente, elas se espelham nesse universo feminil criado por esse compositor amoroso e sem pudor.

Um grupo em especial me chamou muita atenção com uma nova proposta de interpretação. Confira o vídeo e conheça mais algumas Mulheres de Hollanda reinventadas:

Alessandra Oliveira

É formada em publicidade, tem opiniões sobre tudo, mas não sabe andar de bicicleta. Dizem que tem uma supernova nos olhos e mais de 47 vidas. Ótimos desenhos e fotos no instagram http://instagram.com/newsupernova #followme.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v6/s
 
Site Meter