taberna das artes

Uma pausa da vida real

Adriano Schone

Publicitario lúdico, uso a arte como ponto de fuga do caos.

Uma arte pública quase despercebida

Desde a pré-história o homem se expressa publicamente por meios de desenhos em paredes. A sociedade evoluiu grotescamente e ainda somos surpreendidos com essas expressões em vias públicas. Poty Lazzarotto, grande muralista paranaense, deixou sua expressão através do muralismo por várias cidades do Brasil e também em outros países. Poty tem uma forma simples de detalhar todo um enredo através de uma obra de arte, o que aguça nossa imaginação ao admirar tais obras.


Poty_itaipu.jpg PAINEL DO BARRAGEIRO (Poty Lazzarotto) - Usina Hidrelétrica de Itaipu - Construído para homenagear os 100 mil trabalhadores, brasileiros e paraguaios, que construíram Itaipu Binacional, a maior hidrelétrica do mundo.

Pinturas em paredes foram as primeiras formas artísticas de expressão humana, a arte rupestre como são chamadas. Homens da pré-história desenhavam o contorno das mãos em negativo e também animais em paredes das cavernas, o real conceito dessas artes sempre será uma incógnita, porém historiadores acreditam que os desenhos eram feitos por caçadores com um sentido mágico, acreditando que desenhando o animal ferido na parede facilitaria a caça.

Desde sempre a arte pública em parede esteve presente entre a sociedade, talvez hoje em dia a mais popular seja o grafite ou até as pichações urbanas, mas, além disso, uma arte que passa despercebida aos olhos é o muralismo. Chamada de Afresco, a técnica artística mural se resume em aplicar pigmentos de cores, diluídas em água sobre argamassa ainda úmida. monumento_tropeiros_poty.jpg Monumento aos Tropeiros (Poty Lazzarotto), Lapa - PR.

Pelas ruas do Brasil, principalmente no Paraná é possível se deparar com impressionantes obras de muralismo, em sua maioria assinadas por Poty Lazzarotto. Filho de italianos, Napoleon Potyguara Lazzaroto, conhecido simplesmente por Poty, nasceu em 1924 na cidade de Curitiba e faleceu em 1998, na capital paranaense. Poty estudou litografia em Paris e deu aulas em escolas de arte na Bahia, Recife e Curitiba. No decorrer de sua vida trabalhou principalmente com desenhos, gravuras, murais, serigrafia e litografia, também ilustrou livros de Jorge Amado, Graciliano Ramos, Euclides da Cunha, Machado de Assis, Guimarães Rosa e Gilberto Freire. curitiba_poty.jpg Painel 'Curitiba e sua gente' (Potty Lazzarotto), Largo da Ordem - Curitiba - PR.

Poty Lazzarotto sempre se destacou como muralista, tem diversas obras em edifícios públicos e particulares no Brasil e no exterior. Seus desenhos têm um traço com efeitos da xilogravura, ilustrando histórias, costumes, homenagens ou simplesmente figuras que se identificam com o endereço da obra.

historia_poty.jpg O Painel representa a evolução política do Estado descrevendo os ciclos históricos e econômicos do Paraná. “Descoberta do ouro; evangelização; bandeirantes desmatando florestas; povoamento de cidades; comércio dos tropeiros; índios descendo o rio em suas embarcações; lavradores e ação de líderes que iriam promover a emancipação política do estado".

aeroportoc.jpg aeroportod.jpg Painel: Aeroporto; a porta para o mundo. (Poty Lazzarotto), Aeroporto Afonso Pena, Curitiba - PR.

aeroportoa.jpg aeroportob.jpg Revoada de pássaros-sonho do homem voar, Ícaro aproximando-se do Sol, pesquisas de Leonardo da Vinci e Bartolomeu de Gusmão, Santos Dumond com seu chapéu de dândi e o 14 BIS, menino empinado pipa e homem alcançando a lua. Aeroporto Afonso Pena, Curitiba - PR.

Graças aos ancestrais homens pré-históricos, podemos admirar um movimento tão lindo que é o de se expressar publicamente por meio de muros e paredes. São diversas obras de arte fenomenais espalhadas por esquinas por esse Brasil, basta a nós admira-las e interpretá-las criando em nossa imaginação um enredo descrito pela arte exposta.


Adriano Schone

Publicitario lúdico, uso a arte como ponto de fuga do caos. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/Artes// @destaque, @obvious //Adriano Schone