tanto mar

Sobre ondas, conchas, pedras e marés

Manu Marinho

Apaixonada por artes e natureza, chocólatra, cinéfila e alucinada por tudo que diga respeito ao humano. Escritora desde outras vidas. Acho. Em metamorfose desde sempre.

Lancei meu primeiro livro 'O gosto amargo da maçã caramelada' em 2014, pela editora Multifoco

A arte resiste?

Sabe-se que a arte resiste ao tempo. Mas em que outros âmbitos a arte pôde e pode sobreviver?


arte.jpg

Gravura de autor desconhecido: arte e tecnologia.

A arte é o que resiste, afirmou Deleuze. Podemos vislumbrar essa afirmativa, e associá-la de forma imediata à questão temporal. Afinal, as esculturas da Grécia antiga continuam de pé, solenes e quase impunes à passagem dos séculos, tal como as pinturas egípcias em seus templos e túmulos ou as cantigas d’amor e d’amigo, primeiras expressões artísticas em língua portuguesa. A arte sabe ser teia; tecida com fio de tempo.

5149123736_8a44b868ae_b.jpg

Davi de Michelangelo, na Galleria dell'Accademia, em Florença.

Mas a resistência da arte se dá nos mais diversos âmbitos, quebrando mais paradigmas que o inexorável tic-tac do relógio. A arte pode ser água, adequando-se mansa às correntezas, pode ser brasa, matéria em combustão, e pode ser faca: em punho, pronta pra luta.

grafite banksy.jpg

Grafite do artista Banksy no muro construído por Israel para separar palestinos do restante do território.

Adorno afirmou, no pós-guerra, que escrever um poema, depois de Auschiwtz, seria bárbaro. Mas atrevo-me a afirmar que depois de todo o terror, escrever um poema também era um ato de resistência. Resistência do que ainda nos torna e nos mantém humanos. Depois da Segunda Guerra, os artistas encontraram formas de homenagear, denunciar e de não nos fazer esquecer tamanha monstruosidade. A arte não podia silenciar.

dsc03604.jpg

Instalação do Museu do Holocausto de Melbourne.

A arte resiste aos regimes, a tirania, a opressão. A arte soa como um grito de luta em meio à violência, um grito de denúncia junto ao caos. A arte sempre encontra um meio. Ao redor do mundo, impôs-se contra ditaduras, e foi modo de conscientizar o povo e ser discurso de oposição. A Arte sabe dizer não.

ditadura-1.jpg

Verso da canção Apesar de você, de Chico Buarque; símbolo de resistência à ditadura brasileira sendo usado em passeata. 1984

c10_agostinho_neto.jpg

O poeta angolano Agostinho Neto, um dos principais nomes da literatura contra os regimes de apartheid na África.

A arte é o que resiste à morte. Um pouco de Camões se mantém eterno a cada leitura d’Os Lusíadas. A arte nos conecta aos que já foram, e nos ligará àqueles que vêm. A arte nos lembra de nossa finitude, mas é a memória do ser. Na arte há sempre porvir.

frida-kahlo-self-portrait-painexhibit-preview-frida-diego-passion-politics-and-painting-ifwhqtrb_obQ16HZ.jpg

Auto-Retrato com colar de espinhos, de Frida Kahlo: a artista imortalizada na obra e pela obra.

A arte resiste aos meios, aos modos. Em tempos de tecnologias, pergunta-se se ela sobreviverá. Em tempos de individualismo, de espetáculo, de imediatismo e desumanidade – nossos tempos – pergunta-se se ela perpetuará. O que há para ser feito? O que não foi experimentado? Como ser original? Aos artistas cabe o dever de continuar perguntando, à arte cabe a missão de, como toda natureza selvagem, reinventa-se; não ceder: no sempre rebrotar-se.


Manu Marinho

Apaixonada por artes e natureza, chocólatra, cinéfila e alucinada por tudo que diga respeito ao humano. Escritora desde outras vidas. Acho. Em metamorfose desde sempre. Lancei meu primeiro livro 'O gosto amargo da maçã caramelada' em 2014, pela editora Multifoco.
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/artes e ideias// @obvious, @obvioushp //Manu Marinho