tela inteligente

Vida inteligente e culturalmente relevante no universo televisivo

Allan Aminadab

Um apreciador contumaz de tudo aquilo que permita ao indivíduo sair do lugar-comum propiciando-o reflexões, lágrimas, risos, inquietação, novas perspectivas, aprendizado ou qualquer outra reação realmente sincera. Amante de um bom livro ou HQ e de um ótimo filme, série ou minissérie com destaque especial para os documentários sobre Filosofia, História e Ciências em geral

The Battered Bastards of Baseball

Kurt Russell Revela uma das Últimas Grandes Histórias do Esporte.


kurt-russell-portland-mavericks.jpg

Uma história verdadeira que se tornou um mito por ser pouco referenciada é a da equipe do Portland Mavericks pertecente à Minor League Baseball dos Estados Unidos [uma espécie de segunda divisão do beisebol norte-americano]. Criada em 1973 por Bing Russell, mais conhecido como o ator que interpretou o famoso Xerife Clem Foster de Bonanza, a clássica série de TV dos anos 60, os "Mavs" - como eram denominados pela torcida - fizeram história na década de 70 por serem uma equipe composta por esportistas que não sintonizavam com as normas e padrões estabelecidos pela Liga Norte-Americana de Beisebol.

O lendário time de beisebol de Portland demonstrou que pode-se obter êxito e gerar-se um nome associado a uma marca forte a partir de um grupo de jogadores amadores, ou renegados a segundo plano pelas equipes profissionais, que tinham como gerente geral uma mulher e cujo vice-presidente era o próprio filho de Bing, Kurt Russel [de Stargate e Desafio no Gelo], o famoso ator de Hollywood. Apesar do quão surpreendente possa parecer a história dos "Mavs" no beisebol (que terminou em 1977), a ousadia de Bing produziu recordes que demoraram a ser superados e ressuscitou aquele esporte como uma forma de entretenimento. Tudo isso centrando num carismático grupo de jogadores que ninguém queria contratar e que ali encontraram seu campo dos sonhos quase esquecidos.

São os sobrinhos de Kurt Russell [e netos de Bing], os irmãos Chapman e Maclain Way, que dirigem e escrevem este documentário que participou do Festival de Cinema de Sundance deste ano. Foi lá que pela primeira vez essa produção de ótimo ritmo e muito bem dosada emoção narrou para o grande público a verdadeira história - nunca antes contada - da peculiar equipe de Portland. E aqui se destaca mais uma boa tendência atual: o recente "romance" do cinema com o beisebol que tem rendido bons frutos, dentre eles o ótimo O Homem que Mudou o Jogo [Moneyball] que tal como "The Battered..." dispensa qualquer compreensão prévia das regras do beisebol.

The Battered Bastards of Baseball é um repositório de boas entrevistas sobre os "Mavs", com participações de Kurt Russell, jogadores profissionais, jornalistas esportivos e do imortal garoto carregador de equipamentos [batboy] oficial do time, o hoje cineasta Todd Field [Entre Quatro Paredes], indicado três vezes aos Academy Awards, que aqui relembra seus dias com Bing, Kurt e os jogadores num misto de reverência e nostalgia. Intercaladas com fotografias de arquivo, as entrevistas são interessantes relatos daqueles dias de vivência do beisebol por pura paixão.

the-battered-bastards-of-baseball2.jpg 1973: 1ª formação dos nobres azarões do beisebol

Destaque final para um Kurt Russel bastante à vontade na descrição daqueles tempos em que ao lado do pai construiu o Mavericks e atuou brevemente em campo junto com a equipe. O ator não sabia sobre o documentário realizado pelos sobrinhos até o nono mês de pré-produção enquanto ainda se realizavam as pesquisas por material documental. Faça-se também menção especial à figura de Carren Woods, a gerente-geral dos "Mavs", cujas falas são um belo compêndio de sensatez sobre os péssimos comportamentos gerenciais que ainda permeiam o universo dos dirigentes esportivos dos dias atuais.

Apesar de alguns momentos que mereciam um olhar mais detalhado e da lenta introdução, o documentário dos irmãos May nos presenteia com uma agradável interação entre as imagens antigas e a boa música incidental, fato que constrói uma convidativa viagem em retorno as mais marcantes passagens dos "Mavs" no passado. The Battered Bastards of Baseball pode ser definido então como um conto da vida real que fica perfeitamente resumido na citação do Los Angeles Times presente no filme: "os Mavs são categoricamente a prova que a verdade é sempre mais estranha que a ficção".

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

+ THE BATTERED BASTARDS OF BASEBALL \\ The Battered Bastards of Baseball \\ EUA \\ 2014 \\ Gênero: Documentário \\ Duração: 73 minutos \\ Direção: Chapman Way, Maclain Way \\ Canal: Netflix.


Allan Aminadab

Um apreciador contumaz de tudo aquilo que permita ao indivíduo sair do lugar-comum propiciando-o reflexões, lágrimas, risos, inquietação, novas perspectivas, aprendizado ou qualquer outra reação realmente sincera. Amante de um bom livro ou HQ e de um ótimo filme, série ou minissérie com destaque especial para os documentários sobre Filosofia, História e Ciências em geral.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/recortes// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Allan Aminadab