Gilsara Mattos

Gilsara Mattos é escritora, roteirista, palestrante, publicitária e empresária.

Indústria Cinematográfica Indiana

Sem pornografia nem super efeitos especiais, o cinema indiano conquista pelos temas e qualidade.


india (2).png

hindi 2.png

hindi 3.png

A palavra "Bollywood" me chamou a atenção porque lembra "Hollywood", o lugar onde se concentra a indústria de cinema americano e, portanto, passa uma conotação super pejorativa ao cinema indiano, e isso incomoda porque é uma referência que tira toda a seriedade do trabalho de outro país, colocando-o abaixo do americano, como se esse fosse considerado único no segmento da sétima arte no mundo.

E isso seria injusto com os outros países e seus profissionais.

Pesquisando, encontrei que "Bollywood" surgiu da junção do nome "Bombaim" que é a cidade onde se concentra a indústria cinematográfica indiana com a palavra "Hollywood" onde se concentra a indústria cinematográfica americana, e esse fato confirma a incoerência dessa palavra para se referir às obras do cinema indiano porque ela faz com que esse seja visto de forma abaixo das obras do cinema americano, desmerecendo sua identidade e excelente qualidade.

Reunindo comédia, romance, musical, drama e uma fotografia espetacular, você vai se encantar com o Cinema Hindi.

Diferenciado, o cinema indiano consegue trazer à luz temas importantíssimos para o ser humano, tanto como indivíduo quanto para a sociedade onde vive, visto que os atos de cada um interferirá na vida de muitos outros.

O cinema indiano está totalmente afinado com o conceito de que "A Arte existe para auxiliar o ser humano em sua evolução e não em sua destruição", pois aborda temas sérios que realmente fazem parte do cotidiano de todas as pessoas e estão sendo deixados pra trás como por exemplo, ética, consequências dos atos, amor, generosidade, harmonia, paz.

Sem qualquer exibição pornográfica, as mulheres indianas esbanjam sensualidade e beleza, assim como os homens, que inclusive não desejam mostrar qualquer poder armado mostrando, ao contrário, sua vulnerabilidade natural constante em qualquer ser humano sem máscaras, em uma demonstração de coragem, força e inteligência, aliados à gentileza e respeito que têm com as mulheres, as crianças, os idosos, animais e ao planeta.

Apesar de em todo lugar no mundo existirem pessoas que demonstram ações contrárias ao respeito, a sétima arte, na índia, está fazendo o seu trabalho com obras que revelam e resgatam a beleza do ser humano em sua essência e o valor da existência do amor e do respeito entre todas as pessoas para o bem comum.

Fica o convite para conhecer as seguintes obras:

Bajrangi Bhaijaan

Com Direção de Kabir Khan, conta a história de uma garotinha paquistanesa de seis anos de idade que ficou perdida de seus pais na índia e um homem generoso indiano se empenha em encontrar os pais dela.

Uma grande trama envolvendo obstinação, generosidade, desonestidade, má vontade, corrupção, intolerância religiosa, amizade, honestidade e humanidade vai levá-lo à pensar.

Atores principais:

Salman Khan e Harshaali Malhotra

Jodhaa Akbar

Com Direção de Ashutosh Gowariker, mostra um exemplo de governo a se seguir ensinando inclusive tolerância. Um show de inteligência e humanidade.

Atores principais:

Hrithik Roshan e Aishwarya Rai

Tamasha

Com Direção de Sanjay Leela Bhansali levanta questionamentos super importantes para o bem estar consigo mesmo.

Atores principais:

Ranbir Kapoor e Deepika Padukone

Zindagi Na Milegi Dobara

Com Direção de Direção: Zoya Akhtar, é a despedida de solteiro que leva à descobertas, superação de medos, e ao verdadeiro amor.

Atores principais:

Hrithik Roshan e Abhay Deol e Farhan Akhtar


Gilsara Mattos

Gilsara Mattos é escritora, roteirista, palestrante, publicitária e empresária. .
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/cinema// @obvious, @obvioushp //Gilsara Mattos
Site Meter