Larissa Couto

Estudo para ser Filósofa, Leio para ser escritora e Penso para ser eu mesma - ou ao contrário.

O dia em que a noite vestiu azul

Vincent van Gogh é famoso por suas paisagens. Umas das mais lembradas é a sua paisagem noturna "Noite estrelada". As pinceladas de van Gogh seduzem e revelam. Elas ensinam o olhar a perceber outras noites possíveis, e a sonhar com elas.


I said to myself while I was doing it: don't let me leave before there is something of the autumnal evening in it, something mysterious, something important. However - because this effect doesn't last - I had to paint...(Carta de V. van Gogh para Theo van Gogh, 3 setembro de 1882: )

van_gogh-photo.jpg

O famoso quadro de van Gogh intitulado Noite estrelada possui um lugar especial na memória de todos. Quem não se recorda dele ao falar do pintor pós-impressionista? Suas cores e formas da paisagem noturna encantam todas as idades.

starry-night.jpg

Em meio à atmosfera impressionista, van Gogh captava em suas paisagens as nuances que a natureza lhe fornecia. As cores vivas dão o tom para o quadro que, ao mesmo tempo em que nos encanta ao confundir a visão com a paisagem, nos leva a olhar para ela como uma fusão de cores e formas. Tudo se mistura em perfeita harmonia para a visão.

Mosaico idealizado por Alex Parker, que usou diversas fotos tiradas pelo telescópio Hubble. Fonte da imagem: Reprodução/NASA Vicent-van-Gogh.jpg

Em Noite estrelada vemos a noite cheia de estrelas do título sobre um fundo azul que cobre toda a cidade em uma composição tão bela quanto misteriosa. As estrelas parecem pequenos sóis a brilhar iluminando a noite, algumas grandes e vibrantes, outras confundidas ao universo que envolve a pequena cidade com seus poucos pontos de luz a competirem com as estrelas. O azul inebria ao demonstrar sua natureza fria ao mesmo tempo em que se revela como o manto da noite - que encobre os namorados e revela os segredos mais obscuros.

Andy Alcala arte na cara noite estrelada 1_thumb[2].jpg

O mar da noite guarda suas ondas no suave sobrevoo das estrelas pelo céu. O movimento dos pontos de luz no céu brinca com a noite, que tenta negar sua aura de sedução. A folhagem parece uma pequena fogueira que incendeia ao anoitecer. O marrom na ponta das folhas e o telhado com pingos de vermelho dão o tom quente para o quadro, tão forte e tão suave – como a madrugada em seu silêncio. O quadro move-se para do dia, da esquerda para a direita parece que o Sol acordará detrás das montanhas, iluminando pequenas árvores que ainda dormem aguardando o despertar dos pássaros.

Pac-man em Noite estrelada. pac_man_van_gogh_a_noite_estrelada.jpg

Mas, há momentos em que a Lua, de tão bela e graciosa seduz com seu brilho refletido, finge-se de Sol algumas noites, engana sem ofuscar. Será o dia nascendo ou a noite em seu ápice? O que é certo é o brilho sobre a escuridão. Escuridão azul, de mistérios, nuances, jogo de luz - tudo esconde e tudo revela. A noite vestiu azul em seu dia mais famoso e ficou eternizada pelo pintor que necessitava do olhar da natureza para se mostrar. Pintar é mais que representar, é inventar o mundo e seu olhar; é mostrar a alma de cada momento na vida.

Noite estrelada versão tatuagem em Ideafixa (aqui) 3448_504855806200659_703228197_n.jpg


Larissa Couto

Estudo para ser Filósofa, Leio para ser escritora e Penso para ser eu mesma - ou ao contrário. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/// @destaque, @obvious //Larissa Couto