tudo acaba em canções

-rascunhos poéticos, literários e musicais e outros na curva das horas

marina malheiro

"Eu não escrevo em português. Escrevo eu mesmo."

Fernando Pessoa

# Um abraço terno e morno

palavras sobre o tempo que passa, lesto e rápido pela nossa vida


amigo.gif (caratere de "amigo" em Chinês)

em mim a seiva toda , o passar das folhas, varridas umas ao canto da Vida, outras esvoançando nos espaços do tempo, livres o teu abraço terno e morno os teus beijos maternais os teus braços sempre abertos em saudades o teu sorriso o teu silêncio o teu Amor a tua amizade tudo em cima do alpendre , no qual tudo alcanço e sonho em balanço.

aos meus pais, a M., aos meus amigos

The National, Think you can wait


marina malheiro

"Eu não escrevo em português. Escrevo eu mesmo." Fernando Pessoa.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 3/s/arte// //marina malheiro