universo paralelo

Um lugar à parte, repleto de uma mistura envolvente entre música, história e arte.

Jasmine Serra

Uma mulher admitidamente viciada em música, história, arte, filmes e literatura. Aspirante a algo ainda indefinido, mas cuja busca incessante há de ser proveitosa.

A ARTE DA VIDA – UM CASAL UNIDO PELO CONHECIMENTO

Um exemplo notório, Will e Ariel Durant foram casados por toda a vida e deixaram um legado incrível de amor e conhecimento para a humanidade.


will-ariel-durant.jpg (Will e Ariel Durant) Dois talentos que só poderiam dar certo juntos, dois intelectos que se uniram harmoniosamente para formar aquele tão amado (e quase utópico) “País da Mente” que eles tanto se esforçaram para nos transmitir - e conseguiram através do perfeito domínio e encanto da palavra. Duas almas que se entrelaçaram tão profundamente à ponto de se tornarem um só ser, com milhares de ideias e um só coração.

Will e Ariel Durant, um casal no sentido mais amplo e perfeito da palavra, donos de uma harmonia majestosa - e invejável -, e de um efervescente desejo de saber e compartilhar conhecimentos. Esse belo e audacioso casal foi o responsável por escrever a Story of Civilization (História da Civilização) que foi dividida em XI partes, sendo que o livro X (Rousseau and Revolution) os concedeu o Prêmio Pulitzer em 1967. Além de serem agraciados, em 1977, com o maior prêmio concedido a um civil pelo governo americano A Medalha Presidencial da Liberdade, que foi-lhes entregue pelo presidente Gerald Ford.Esse maravilhoso par de almas (ou devo dizer, donos de uma só alma?) nos agraciaram com um maravilhoso legado histórico-literário-filosófico.

durant_will.jpg William James Durant nasceu em North Adams, Massachusetts, no dia 5 de Novembro de 1885. Após trabalhar como jornalista para o periódico New York Evening, e como professor no Setton Hall, em New Jersey, em 1911 Will começou a trabalhar na Ferrer Modern School, também conhecida como Ferrer Institute, ocupando o cargo de professor e diretor. Lá, em 1913, ele conheceu e se apaixonou por sua aluna Ida Kaufman (nascida em 10 de Maio de 1898, em Prosurov, Russia) - futura Ariel Durant -, 13 anos mais nova, com a qual se casou e passou o resto de sua vida. Will and Ariel antiga.jpg Will começou sua carreira de escritor publicando A Filosofia e o Problema Social (1917), e mais tarde a História da Filosofia (1926), que vendeu mais de dois milhões de cópias e foi traduzido para diversas línguas rapidamente.Will sempre buscou considerar história como filosofia:

“Para mim, a história é uma parte da filosofia. A filosofia é uma tentativa de conseguir uma perspectiva vasta, uma perspectiva ampla da vida e da realidade - uma perspectiva ampla que então determinará a nossa atitude em relação a qualquer parte da realidade ou da vida; por exemplo, será que ela nos faz mais compreensivos e magnânimos? Ora, podemos conseguir uma perspectiva ampla através de pelo menos dois caminhos: um por meio da ciência, estudando as várias ciências que colorem todos os aspectos da realidade externa; mas também podemos conseguir uma perspectiva ampla estudando história, que é o estudo dos acontecimentos no tempo - e não das coisas no espaço. Eu desisti do primeiro tipo porque percebi que era externo e matemático demais; era irreal para com o elemento de vitalidade que encontrei em mim mesmo e nas outras coisas. Eu disse que estudaria a história para descobrir o que o homem é - e não posso descobrir isso através da ciência. Assim, a história é a tentativa de conseguir uma perspectiva filosófica através do estudo dos acontecimentos no tempo. Consequentemente, se me permitem dizer, acredito que sou um filósofo escrevendo história.”

Até então Ariel não tinha se envolvido totalmente nos escritos do marido, o que passa a mudar quando eles iniciam o mais ambicioso projeto que um casal apaixonado de intelectuais poderia desenvolver: escrever a história da civilização e suas desenvolturas ao longo do tempo. Assim, já com a sua independência financeira, o casal se dedica à viajar pelo mundo imbuídos pelo seu amor ao conhecimento, tornando-se literalmente um casal filosófico, e passam os próximos quase 50 anos de suas vidas escrevendo a tão esperada e renomada História da Civilização, que tem como peculiaridade principal sua prosa fascinante, atrativa, tão simplista e ao mesmo tempo tão sofisticada da qual nada escapa, nem a sexualidade, nem a religião e muito menos a política – assuntos que geralmente são tabus para a maioria dos historiadores. HC.jpg O extraordinário casal dedicou a vida ao conhecimento e envolvimento em causas sociais. Lutaram por melhores condições de trabalho para o operariado, pelo sufrágio feminino e pelo salário igualitário para ambos os gêneros. Em fins de 1981, Will Durant é internado com problemas cardíacos. Talvez por temer que seu marido não voltasse daquela “viagem”, Ariel parou de se alimentar e pouco depois morreu, em 25 de outubro de 1981, aos 83 anos. A família ainda tentou esconder essa fatalidade do filósofo, que tinha acabado de ser operado com êxito e estava a caminho de uma plena recuperação. Porém, apesar de todos os esforços a notícia chegou até ele. No dia 07 de novembro de 1981 o coração de Will Durant para de bater, ele tinha 96 anos. SuperStock_4048-5708.jpg O casal mais cult do século XX se foi, mas nos deixou um legado preciosíssimo e digno de nota. Além da História da Civilização foram escritos a História da Filosofia, Heróis da História, Filosofia da Vida, e uma dupla auto-biografia. Então não devemos nos esquecer - nem deixar cair no esquecimento - o imenso trabalho de uma vida inteira dedicada aos estudos sobre a Humanidade, sobre a natureza humana e sobre as centenas de civilizações que passaram por este mundo. É um trabalho grandioso, de grande mérito e importância de caráter tanto acadêmico quanto particular, pois os Durant sempre creditaram muita fé aos seres humanos, vendo-os como uma espécie capaz de alcançar níveis de grandeza quase divinos, quando suficientemente inspirados e incentivados. Agradeço imensamente Will & Ariel Durant, juntos eles desenvolveram um trabalho admirável e nos mostraram a grandeza do conhecimento, do amor e do ser humano. will_durant_ariel_durant.jpg


Jasmine Serra

Uma mulher admitidamente viciada em música, história, arte, filmes e literatura. Aspirante a algo ainda indefinido, mas cuja busca incessante há de ser proveitosa. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @destaque, @obvious //Jasmine Serra