universos

recortes interespecíficos geodedicados

Anabê

Colecionadora de terras, observadora de nuvens. Sofre da síndrome dos sotaques múltiplos.

  • Zebras em Makgadikgadi Pans, Botswana.jpg
    As fotografias aéreas de George Steinmetz

    À bordo de seu paraglider vermelho, o fotógrafo e geofísico George Steinmetz registra as mais belas e surpreendentes paisagens e formações geológicas do mundo.

  • pOHtography%20sreal%20(10).jpg
    Oh! Surreal Fotografia de Oleksandr Hnatenko

    Confira o excelente trabalho do jovem fotógrafo ucraniano.

  • rio_omo-hans_sylvester.jpg
    Os Povos do Rio Omo

    Conheça as admiráveis pinturas corporais dos Povos do Rio Omo pelas lentes do alemão Hans Sylvester e descubra por que vida e arte no local encontram-se ameaçadas.

  • ezln__-11.jpg
    subcomandante marcos: do méxico para o mundo, a palavra é a nossa arma

    Subcomandante Marcos é a voz sem rosto do Exército Zapatista de Libertação Nacional (EZLN). A paixão pelas palavras lhe permitiu falar não só das contradições sociais de seu país, o México, mas também do dia a dia, do amor, em prosa e poesia, do desamor e de "outras bobagens".

  • clouds_3.jpeg
    NUVENS PSICODÉLICAS: NACARADAS

    Toda nuvem tem seu grau de psicodelia, mas as Nacaradas...

  • fela1.jpg
    Fela king of afrobeat

    Vibrante. Irreverente. Energético. Ativista. Ousado. Multi-instrumentalista...
    Um pouco de Fela Kuti.

  • por_do_sol.jpeg
    Miriam e a cidade

    Faixas de pedestres, paredes descascadas, borrões de tinta, poças de lama. Transitando pela cidade, a cada olhar mais demorado sobre as coisas, surge uma nova descoberta, um novo elemento, um novo universo. Conheça o trabalho da fotógrafa brasileira Miriam Homem de Mello.

  • 16.jpg
    O LIVRO URBANO DE GENTILEZA

    O profeta Gentileza perambulou pelas ruas do Rio de Janeiro por 35 anos. Ficou conhecido por suas mensagens e deixou sua marca em 56 pilastras do Viaduto do Caju, num grande livro urbano que clama por paz, amor, e é claro, gentileza.

  • olhos.jpg
    A ARTE VEGETAL DE PABLO AMARINGO

    Já à primeira vista, os quadros de Pablo Amaringo refletem uma profusão de cores e formas que ultrapassam a psicodelia. Não é à toa: seus quadros são inspirados em “mirações” obtidas através do uso da Ayahuasca – bebida enteógena produzida através de duas plantas amazônicas.