universos perpendiculares

onde as narrativas se cruzam

Alex Mandarino

reporta das diferentes fronteiras da cultura pop e não-pop e pensa nas relações entre os pré-rafaelitas e GTA 3.

alexandremandarino

Alex Mandarino

Carioca por falta de opção, formado em Jornalismo. Trabalhou por anos em redações de jornais e revistas até abandonar esse território árido para escrever ficção, principalmente FC&F, mistério/thriller e horror. Traduziu autores como Grant Morrison, China Miéville e Terry Pratchett e edita a revista online Hyperpulp. Acha que parte da cultura pop vai se canibalizar até virar um buraco negro do qual sairá um kaiju beatnik de três pernas.

Últimos artigos publicados