utópica verdade

Entre o sonhar e o realizar existe um meio termo

Alberto Coutinho

Além de marido apaixonado e pai coruja, sou ser indomável e pertinaz perseguidor da verdade que está no horizonte feito utopia. A cada aproximação conheço melhor o mundo, as pessoas e a mim mesmo, mas nunca a possuirei plenamente.

  • odioaoisla.jpg
    Para entender a intolerância religiosa

    Num breve exercício de história, perceberemos que o cristianismo, ao longo dos séculos de sua existência, foi incapaz de deixar a sociedade melhor. O que vem a tona ao compulsarmos as páginas pregressas dessa religião é sempre o sangue derramado por guerras, cruzadas, inquisição e atualmente no Brasil, a violência contra seguidores do Candomblé, Umbanda, Espiritismo e Islamismo entre outras.

  • Img1917.png
    O ônus da violência no controle social de classes

    Quando o equilíbrio entre as classes sociais se perde e os meios de controle convencionais falham, a resposta é sempre a violência. Historicamente podemos aferir que o uso da força, justificada pela lei ou não, sempre foi o recurso de classes que querem manter sua hegemonia sobre outras consideradas inferiores e subalternas.

  • jesus_1.jpg
    As duas faces de Jesus

    Desde que se tornou popular, a mensagem de Jesus se mostra controversa e mesmo adulterada, se faz presente nos dias de hoje. No decorrer dos séculos essa mesma mensagem, aparentemente idônea, possibilitou o derramamento de sangue em cruzadas, guerras, santo ofícios e perseguições a membros de outras religiões. Porque a contradição presente nas palavras atribuídas a Jesus permitiu os excessos que acontecem até hoje?

  • 11111.jpg
    Para o cálice encher de vez

    Podemos rejeitar os partidos, mas os nossos direitos e a nossa dignidade, nunca. Qualquer tentativa de se ocupar uma posição central fora dessa dicotomia, do tipo não me meto em política, acaba por favorecer o lado que normalmente não gostaríamos que prevalecesse, pois não somos simétricos.

  • Intolerância Religiosa.jpg
    O preconceito contra os evangélicos ou cristofobia

    O preconceito contra os evangélicos ou cristofobia são denominações novas e até que sejam absorvidas pelo senso comum, muitas coisas precisam ser compreendidas e praticadas sem as quais o juízo que se faz de religiosos será sempre o de fanáticos que se aproveitam da desgraça alheia e da ignorância para aumentar suas fileiras e lucros, deixando no caminho sangue, destruição e lagrimas.

  • bestialidade08.jpg
    Bestialidade Brazilis

    Neste momento delicado pelo qual passamos, uma análise imparcial do fenômeno social que vivemos, reflexo da infeliz tradição política que cultivamos por décadas, se faz necessária para deixarmos de ser fantoches que repetem, sem refletir, a equivocada voz do senso comum.

  • ACURA.jpg
    Ou você se revolta, ou se suicida

    A panela está no fogo a muito tempo. Até aumentaram a temperatura para ver se morriam mais rápido mas não adiantou e o líquido está transbordando, sujando e inundando toda sociedade. Ergueram presídios para prende-los, criaram leis severas, a maioridade penal ficou mais baixa e semanalmente a polícia militar cumpre sua cota de extermínio, mas nada disso adianta.

  • intolerancia-religiosa7.jpg
    Jesus veio trazer a espada e não a paz. Mas somos nós que a empunhamos.

    O homem deveria buscar o bem pelo bem independente das crenças muito propagadas de recompensas, prosperidade sem trabalho e fuga da morte para um lugar improvável em troca da adulação (ou adoração) a um ser superior.

  • 000_cotas.jpg
    Parem de falar mal das cotas

    Como entender que em nosso tempo ainda existam pessoas que se utilizam de argumentos e inteligência para tentar justificar a aplicação de ideias que já não fazem o menor sentido nessa época?

  • Pessoas2.jpg
    A vitória do mal e a falência das religiões

    A razão nos leva a crer que o bem ou mal que façamos, independe de nossas convicções ou descrenças sobre a ideia de um ser superior que representa o bem e de um outro incondicionalmente voltado para o mal. O bem ou o mal que façamos é sempre parte de nós.

  • intolerancia-religiosa5.jpg
    Como colocar um gigante para dormir

    Após toda aquela agitação em 2013, contabilizando o número de eleitos, constatamos que houve uma inexplicável queda no quantitativo de parlamentares ligados as causas sociais e direitos humanos. Pior ainda: O povo que gritou pelo fim da corrupção elegeu um grande número de parlamentares que respondem a algum tipo de processo na justiça. Foi o mesmo povo que estava nas ruas em 2013 que votou em 2014?

  • manipula1.jpg
    Democracia, manipulação e livre arbítrio

    Num processo eleitoral, a propaganda sem regras, o assistencialismo e o desencanto com a política são, com certeza, armas que podem valer ainda muitos anos de atraso ao Brasil

  • CRESCE_BRASIL.jpg
    Tá na hora da criança crescer

    Curiosamente o povo brasileiro se contenta com pequenas migalhas de diversão e busca freneticamente a emoção fugidia, etílica e vazia de uma festa para curtir ou um gol para comemorar, ignorando e sabotando seu potencial para uma alegria plena e duradoura.

  • partidos.jpg
    E o PT com isso?

    Entre as vaias e xingamentos e os defensores radicais do PT pode existir uma competente manipulação da opinião pública onde os dois lados jogam pesado para trair e atrair nossa atenção desviando o foco do problema maior.

  • violencia1.jpg
    A hipocrisia das marchas e passeatas contra a violência
    Parece válvula de escape ou medida desesperada para aliviar a consciência, mas as marchas de protesto contra a violência apenas reforçam a superficialidade com que o tema é tratado pelo estado que terceiriza a sua histórica responsabilidade ...