variando

Visões diferentes para um mesmo mundo

Murilo Trevisan

Cake: O outro lado de Jennifer Aniston


jen 1.jpg

Nunca cheguei a escrever sobre, mas sou muito fã da Jennifer Aniston. Seja por Friends ou pelos filmes. Acredito que como atriz ela tem um potencial enorme para comédias em geral. Mas no ano passado Aniston enfrentou o maior desafio de sua carreira até agora, ser a protagonista de um longa dramático, e ela tirou de letra.

Cake conta a história de Claire, uma mulher atormentada por dores crônicas e pela depressão, tudo isso resultado de um acidente que ela sofreu. Claire frequenta um grupo de apoio e acaba se interessando pela história de vida de uma integrante do grupo que cometeu suicídio. Ao procurar mais sobre Nina, ela acaba se envolvendo com a família da moça.

O filme não é nada perfeito, sofre com problemas básicos de história e se esforça para não entregar tudo de uma vez. Tirando Aniston, o elenco é mediano e gira totalmente em torno de sua brilhante interpretação. Anna Kendrick e Sam Worthington são outros nomes mais conhecidos.

jen 2.jpg

Fato é que a atuação de Aniston é tão maravilhosa que você até esquece que ela é mais conhecida por suas comédias do que pelos dramas. Atuação essa que rendeu uma indicação ao Globo de Ouro 2015 na categoria de Melhor Atriz, atuação essa que era a grande chance de Aniston no Oscar, mas injustamente, ela ficou de fora das indicadas.

Cake além de um bom filme é uma ótima reflexão sobre a vida. Não se sabe quando a vida está pronta para te surpreender, seja essa surpresa positiva, ou negativa no caso de Claire.


version 1/s/cinema// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Murilo Trevisan