viagem imaginária

Conhecendo mundos sem sair do lugar

Fernanda Mendonça

Editora do Assiste Brasil e estudante de Jornalismo da Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

11 curiosidades sobre Edward Mãos de Tesoura

A obra-prima de Tim Burton traduziu a personalidade sombria e poética do diretor


tim-burton-characters-drawings-i15.jpg

Em 1990, estreava uma das obras-primas de Tim Burton: Edward Mãos de Tesoura. Burton, roteirista e diretor do longa, inspirou-se nos contos de fadas para criar uma fábula particular que se relacionasse com sua (estranha e fantástica) personalidade. O resultado: uma narrativa simples, com tom fabuloso, somada a uma ambientação sombria e poética.

Edward é um tímido jovem – ou “criatura”, se preferir, criado por um inventor que o deu lâminas ao invés de dedos. Essa estranha e obscura família se vê em desgraça quando o “pai” de Edward vem a falecer. Vivendo em completa solidão, o garoto com mãos de tesoura é acolhido por uma família do bairro, que descobre seu dom artístico de fazer esculturas com as próprias “mãos”.

A fábula é ambientada em uma “terra dos sonhos”: irreal, atemporal. Não se pode definir uma época específica e nem um local que se assemelhe àquele. Burton criou os mínimos detalhes, desde os estilos de época até o aspecto peculiar de seus personagens – principalmente o de Edward.

Confira abaixo algumas curiosidades sobre Edward Mãos de Tesoura:

1. Considerado como um filme para público restrito (filme “cult” ou “de culto”), foi lançado, inicialmente, em pouquíssimos cinemas. Mas, o seu sucesso sublime fez com que fosse levado ao grande público. O resultado: uma bilheteria surpreendente.

edward1.jpg

2. Ao pensarmos em Edward, Johnny Depp automaticamente surge em nossas mentes. Mas, Tom Cruise, Jim Carrey, Robert Downey Jr. e até mesmo o rei do pop, Michael Jackson, chegaram a ser cogitados para o papel.

jimi.jpg

3. São ditas apenas 169 palavras por Johnny Depp durante todo o filme.

tumblr_mmsicags4z1rll0vpo1_500.jpg

4. A última atuação no cinema do ator Vincent Price (1911–1993) foi em Edward Mãos de Tesoura. No filme, sua participação se encerra com a morte de seu personagem. Tim Burton muito o admirava – tanto que realizou o curta Vincent (1982), inspirado e narrado pelo próprio ator.

edward-creator-edward-scissorhands-16926298-1200-790.jpg

5. Tim Burton já revelou: considera Edward Mãos de Tesoura o seu melhor filme.

tumblr_mqfl2mbrdz1sv33deo1_500.jpg

6. As cicatrizes no rosto de Edward vão se modificando em tamanho e profundidade ao longo do filme. A maquiagem levava cerca de duas horas para ficar pronta.

lala.jpg

7. Robert Smith, vocalista da banda The Cure, foi convidado por Tim Burton para compor a trilha sonora do filme. Como nunca havia ouvido falar no diretor e estava ocupado gravando o disco Disintegration, acabou recusando a proposta. Danny Elfman, que já havia trabalho com Burton em As Grandes Aventuras de Pee-Wee (1985), aceitou o convite e acompanhou o diretor na produção de outras 9 trilhas sonoras.

8. O bairro onde a história se desenvolve é real. Está localizado nos arredores de Tampa, na Flórida (EUA). Para serem realizadas as filmagens, todas as casas foram pintadas e os moradores, hospedados em um hotel.

vlcsnap-8909759.jpg

9. Inicialmente, o filme foi idealizado como um musical.

ed12.png

10. Para criar o visual de Edward, Tim Burton foi inspirado pelo sonâmbulo imortalizado por Veidt em O Gabinete do Dr. Caligari (1920), clássico do cinema mudo.

tumblr_mcrzi7dl2j1r5las7o4_12801.jpg

11. O longa foi o marco inicial da sequência de produções Burton-Depp: em 1994 veio Ed Wood, seguido por A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça (1999), A Noiva Cadáver (2004), A Fantástica Fábrica de Chocolate (2005), Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet (2007), Alice no País das Maravilhas (2010) e, a oitava e mais recente parceria, Sombras da Noite (2012).

pageto.jpg

Não há previsão para novos filmes da dupla. Enquanto Depp confirmou sua participação em Alice no País das Maravilhas 2, Burton se recusou a dirigir a sequência, que foi assumida por James Bobin. O último lançamento do cineasta foi Big Eyes, que garantiu a Amy Adams o Globo de Ouro de Melhor Atriz de Comédia ou Musical. Desde A Fantástica Fábrica de Chocolates (com exceção de Frankenweenie), esse foi o primeiro longa dirigido por Burton que não contou com a participação de Depp no elenco.


Fernanda Mendonça

Editora do Assiste Brasil e estudante de Jornalismo da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/cinema// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Fernanda Mendonça