vida alternativa

O mundo visto por um gato zarolho

Vasco Neves

Sento-me em frente ao mar, e a ele digo-lhe tudo aquilo que a ti não consigo...

Shaka - Um 3D diferente

Marchal Mithouard aka Shaka é um artista parisiense. Com uma formação clássica cria obras com efeitos 3D. Usa várias técnicas nas suas peças, embora dê um enfoque privilegiado à escultura e pintura. Nas suas obras o 3D resulta da combinação de ambas as técnicas.


9.jpg

Nenhum homem é uma ilha isolada, já dizia o poeta inglês John Donne. Um conceito totalmente aplicável quando se fala da arte de Marchal Mithouard.

Conhecido no meio artístico como Shaka, este artista parisiense é identificado pelas suas portentosas obras 3D. Possui um fascínio especial por murais. Foi influenciado por uma multiplicidade de técnicas/formas de expressão artística que passam pela pintura, escultura, serigrafia, fotografia ou até mesmo a milenar arte de tatuar.

5.jpg

O conhecimento destas variadas técnicas, permitiram a este artista elaborar peças de uma extraordinária e vibrante força.

4.jpg

17.jpg

A arte não pertence apenas a quem a faz, pertence também a quem a aprecia. Cada um de nós certamente terá uma interpretação diferente perante as obras deste artista. Podemos identificar elementos semi psicadélicos presentes nos tons fortes, assim como nas expressões um tanto ou quanto exacerbadas dos rostos e personagens retratados. Confesso que por vezes as imagens podem tornar-se um pouco perturbadoras, causando uma sensação de repulsa pela própria peça, talvez por esta ser muito crua, ou pelo facto de nos revermos no que está retratado. O uso privilegiado de tintas de cores fortes e brilhantes, conferem às peças uma força que leva as pessoas a seres atraídas para as mesmas. E é esta dualidade de forças opostas, a atracção vs a repulsa, que tornam as obras deste artista ainda mais interessantes.

13.jpg

A tela é entendida como um portal transitório entre duas realidades. Desta forma é oferecido a quem aprecia as peças, a possibilidade de movimentação num espaço físico, que inclui o local e a própria peça, e um espaço intemporal e único, representado pela introspecção que por vezes algumas destas obras nos podem levar a fazer.

6.jpg

3.jpeg

As obras de Shaka são retratos da sociedade, dos conflitos gerados entre os homens nessa mesma sociedade. Da variedade de rostos e personagens da sua obra, muitos parecem expressar dor, raiva ou mesmo angustia, sendo as obras mais completas, cravejados de um sentimentos de revolta ou rebelião, o que faz com que as suas obras sejam ainda mais intimidantes e poderosas. As representações dos rostos, são compostas por formas fragmentadas, quase nervuras abstractas, transformadas em representações figurativas de comportamento, acentuando a expressões e os sentimentos.

7.jpg

8.jpg

É nesta complexa codificação, que Shaka por vezes integra a sua mensagem. Esta nem sempre é totalmente definida, dando a oportunidade a quem a aprecia de tirar as suas próprias ilações. Esta sensação de movimento vertiginoso, pode ser contrabalançada com a calma necessária, para a reflexão sobre os diferentes absurdos do quotidiano.

10.jpg

Shaka impregnada a sua arte com várias influências, umas mais clássicas que outras. A forma como é feita a combinação de cores e a forma como os traços são criados, quase que nos remetem para um estilo pop. As suas criações em nervuras, remetem-nos para a obra clássica de Arcimboldo. Certamente existiram outros estilos que podem ser evidenciados, deixo ao critério de cada um essa catalogação.

11.jpg

12.jpg

É um artista com uma formação clássica, a formação e aprendizagem foram privilegiadas ao longo da vida. Numa fase inicial da sua descoberta da arte, foi óptimo o contacto com estas diferentes vertentes, pois ainda não estava bem definido que tipo de artista seria, e quanto mais soubesse, mais fácil seria encontrar algo que o fizesse sentir-se completo. E talvez seja esta a chave para muito do sucesso que este artista possui.

14.jpg

Shaka é alguém que entende a arte de museu, tão bem como a arte de galeria ou a própria arte de rua. Enquanto jovem frequentou uma série de ateliers e workshops de pintura. Possui uma licenciatura em Belas Artes da prestigiada Universidade Sorbonne de Paris. Esta muito útil bagagem académica, permitiu-lhe ter acesso a vários dominios da arte clássica e não só.

15.jpg

16.jpg

É mais para o final da sua formação superior em Belas Artes que o seu interesse pela pintura e escultura se torna mais acentuado. Enquanto estudante Shaka vai gradualmente definindo o seu estilo, filtra e aproveita o melhor de cada uma dessas variadas influências mais clássicas, como Arcimboldo, Caravaggio ou Van Gogh. Ao mesmo tempo que vai tendo contacto com a arte de artistas contemporâneos, colegas e professores. Lentamente começa a mover-se mais para os campos da escultura e pintura. Hoje em dia são estas duas esferas artísticas que dão o reconhecimento a Shaka. A incorporação do tridimensional abriu-lhe as portas da espontaneidade, e do desconhecido. Nunca se sabe se uma pintura termina em escultura ou se uma escultura termina pintada.

Já expôs em várias galerias, tanto com instalações individuais como colectivas. Após a sua formação escolar, o seu nome de artista rapidamente começou a ser reconhecido e respeitado no mundo artístico, primeiro em França, mas hoje em dia um pouco por todo o mundo. A partir de 2007, Shaka dedicou-se quase em exclusivo à realização de pinturas a 3 dimensões. Se quiser conhecer mais do artista aproveitem para visitar o seu Site.


Vasco Neves

Sento-me em frente ao mar, e a ele digo-lhe tudo aquilo que a ti não consigo....
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/pintura// @destaque, @obvious //Vasco Neves