vida alternativa

O mundo visto por um gato zarolho

Vasco Neves

Sento-me em frente ao mar, e a ele digo-lhe tudo aquilo que a ti não consigo...

Clichés, no cinema e na vida

Criadas pela agência Wing, as ilustrações criticam, de uma forma divertida, os clichês dos roteiros de Hollywood. Fazem parte do New York International Latino Film Festival, apresentado pela HBO.


Criado no ano de 1999, o New York International Latino Film Festival (NYILFF) é o maior evento de cinema Latino dos Estados Unidos. Para quem vive fora dos EUA pode parecer estranho e até mesmo ofensivo o rótulo de Latino, (que basicamente engloba todas as nacionalidades que vivem na América Central e do Sul e são falantes de espanhol, e português no caso do Brasil). Seria o mesmo que misturar Islandeses com Portugueses ou Alemães, de facto são todos Europeus, mas têm pouco mais em comum para além disso.

c.jpg

Esta catalogação étnica é muito acentuada na sociedade norte americana. Parte muitas vezes de dentro de cada uma destas comunidades, e são até motivo de orgulho. São um conjuntos de práticas culturais que lhes garantem um identificação enquanto indivíduos, mas estas nem sempre são aceites pela maioria vigente. Mas este artigo não serve para avaliar o grau de tolerância de um país, até porque não tenho competências para isso, e também não vivo nos EUA. Mas serve para mostrar como por vezes, quando se é vítima de muita intolerância o resultado pode até, de uma forma algo inesperada, gerar mais tolerância. Confuso não é? Este festival acaba por ser isso mesmo, uma discriminação positiva que permite às várias comunidades Latinas, fazer as demonstrações das suas culturas. Surge devido ao facto de NYC ser uma cidade grande, tão grande ou maior que certos países. Existe um verdadeiro caldeirão humano, com diferentes costumes, línguas, maneiras de vestir e de agir. A necessidade de pertença pode ser avassaladora. Por vezes a visão que se têm do outro é nada mais nada menos que apenas cliché!

a.jpg

Qual é a visão que vocês têm de um guerreiro Masai de África, ou de um Sueco? Para o primeiro usariam provavelmente a palavra “Salto”, e para o segundo “Loiro”. O grande objectivo do NYILFF é o de afastar estas comunidades dos clichés que as acompanham desde sempre. Desta forma apresentam-se a um grande público, Latino ou não, as obras de talentos emergentes do cinema latino, criado nos Estados Unidos ou na América Latina.

f.jpg

A programação tem como evento principal o festival de cinema e de música em NYC, vários eventos de arte, mas também eventos familiares e para as comunidades. O vencedor do concurso de curtas, tem a oportunidade de produzir um filme em parceria com a Estação de televisão HBO, que também é patrocinadora do festival.

d.jpg

Com o intuito de divulgar o Festival, foram elaboradas em parceria com a Agencia Wing, um conjunto de ilustrações minimalistas. Estas de uma forma divertida e bastante positiva, acentuam os clichés que encontramos muitas vezes na elaboração de roteiros de filmes. No entanto, eu acho que as ilustrações são também uma sátira da própria organização à sociedade norte americana, e à sua mania de rotular, catalogar, enquadrar. Um Brasileiro e um Paraguaio, até podem ser ambos latinos, mas não têm de gostar todos de "tacos", assim como nem todos os asiáticos são bons a matemática ou sabem artes marciais.

e.jpg

O festival decorreu no passado mês de Agosto, aproveite para visitar o site e pesquise os filmes, os que ganharam prémios, e todos os outros. Entre outras coisas, pode criar o seu próprio roteiro de cinema minimalista. Por vezes é preciso levar com humor os problemas e a verdade é que os clichés por vezes até podem ser divertidos.

Sem Título.png


Vasco Neves

Sento-me em frente ao mar, e a ele digo-lhe tudo aquilo que a ti não consigo....
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/Cinema// @destaque, @obvious //Vasco Neves