vida alternativa

O mundo visto por um gato zarolho

Vasco Neves

Sento-me em frente ao mar, e a ele digo-lhe tudo aquilo que a ti não consigo...

Fotografias com alma - Manuela Kulpa

O activismo não é apenas feito de megafone na mão, o activismo não são apenas campanhas de choque, ou multidões marchando (muitas vezes sem saberem bem para onde). A causa animal e os seus direitos podem ser defendidos das mais variadas formas, quem for bom a gritar - que Grite! Quem for bom a empunhar cartazes - que Empunhe! Cada um deve lutar de uma forma realmente efectiva, fazendo o que sabe (não seguindo simplesmente tendências). No caso de Manuela Kulpa, é através da fotografia que ela eleva a sua voz pela conservação animal.


Manuela-Kulpa-1.jpg

O protesto e consciencialização para a causa animal é algo que é defendido por pessoas diferentes em toda a parte do mundo. Muitos são voluntários enquanto outros são profissionais, e de facto toda a ajuda possível para alertar e ajudar a conservação das espécies animais é bem vinda e digna de louvar. São inúmeros os rostos anónimos, novos e velhos que, com mais ou menos intensidade, que lutam diariamente para evitarem que novos animais e espécies entrem em vias de extinção. É neste panorama que entra a fotografa alemã Manuela Kulpa, que desde sempre se sentiu com o dever de lutar da melhor forma que sabe pelo bem estar e conservação animal. O resultado deste protesto é esta, mais que bela e tocante, série de fotos repletas de sensibilidades...humana e animal.

Manuela-Kulpa-4.jpg Este pedaço de arte retrata espécies ameaçadas de extinção, as fotografias foram tiradas em zoológicos e em parques de vida selvagem.

Manuela-Kulpa-7.jpg

O conceito de Alma sempre foi dissociado dos animais não humanos, mas se nestas fotos não vemos Alma Animal...talvez não sejamos nós dignos de usar o título de Humanos.

Manuela-Kulpa-16.jpg

Quem vê cada um destes animais retratados, rapidamente deixa de os ver com os olhos e passa a vê-los com o coração, e é nesse momento que se dá o "protesto"! Ao sermos confrontados com estas imagens, ganhamos consciência de que ao perder o que ali está retratado estamos a perder um pedaço de nós, do nosso corpo e da nossa entidade enquanto seres biológicos e afectivos.

Manuela-Kulpa-2.jpg

Manuela-Kulpa-6.jpg

A mais pequena contribuição pode garantir a sobrevivência de muitos destes animais, seja em cativeiro (uma realidade que não agrada a todos, mas que muito tem feito pela conservação animal), seja em relativa segurança nas reservas a eles dedicadas, mas especialmente em liberdade nos seus habitats naturais.

Manuela-Kulpa-3.jpg

Manuela-Kulpa-8.jpg

O objectivo desta série é atrair as atenções (e porque não dinheiros e apoiantes para esta causa?) e desta forma conseguir passar uma mensagem, sobre o que a perda de espécies pode representar de negativo para a biodiversidade, ou pelo facto de não ser possível observar "in loco" estas obras primas da natureza.

Nota do Autor: Este texto foi escrito de acordo com a grafia de Portugal, todos os termos utilizados no texto devem ser respeitados correndo o risco da coerência do mesmo não se verificar.

Manuela-Kulpa-5.jpg

Manuela-Kulpa-9.jpg

Manuela-Kulpa-10.jpg

Manuela-Kulpa-11.jpg

Manuela-Kulpa-13.jpg

Manuela-Kulpa-12.jpg

Manuela-Kulpa-14.jpg

Manuela-Kulpa-15.jpg


Vasco Neves

Sento-me em frente ao mar, e a ele digo-lhe tudo aquilo que a ti não consigo....
Saiba como escrever na obvious.
version 4/s/fotografia// @obvious, @obvioushp //Vasco Neves
Site Meter